quarta-feira, 29 de junho de 2016

E sobre gente que se acha...

12:38:00 2 Comments

Quando eu digo que deixei de admirar certas pessoas em minha vida, eu não quero dizer que elas deixaram de ser importantes, mas sim que deixaram de ser priorizadas por mim, pelo tanto que falavam e pelo pouco que faziam, por enfeitarem tanto os sentimentos e pouco exercê-los, por representarem demais a vida e não levarem a sério o seu próprio coração.

 Sei que tenho uma parcela de culpa nestas decepções que tive pelas expectativas que eu mesma criei, mas nem sempre imaginamos que alguém possa ser tão diferente do que demonstra ser e talvez seja isto que nos empolga vez em quando  não nos permitindo ter cautelas quando o negócio é lidar com o ser humano e o seu jeito imperfeito de "ser". 

Acredito que também ja fomos admirados por alguns que obviamente também se decepcionaramcom tantos desvios bobos nossos, porém há aqueles que aprendem com os tropeços, e se encontram dentro de si, outros, continuam se "achando".

Cecilia Sfalsin

Quanto mais você corre atrás, menos você significa

12:21:00 1 Comments


A culpa do seu sofrimento não é do(a)  "ex", não é das coisas que ele(a) apronta, não é do ciúmes que ele(a) desperta em você, não é das palavras grotescas e humilhantes que ele(a) te fala cada vez que você insiste em reatar o que já se foi,  não é da maneira como ele te trata hoje depois de um tempo juntos,  a culpa do seu sofrimento é sua, pela não aceitação do fim, pela falta de amor por si mesmo, por não se olhar no espelho todos os dias e reconhecer o tamanho valor que você tem. 

Eu realmente acho extremamente desgastante você correr atrás de quem só te despreza, isto gera feridas, isto mata a sua auto estima, te faz se sentir inferior, te cega mediante ao que a vida tem pra te oferecer e ao que Deus tem preparado para você. 

Quanto mais você corre atras menos você significa, pra ele(a) por se achar "super demais", e por você por se menosprezar por um sentimento que eu nem chamaria mais de amor, mas dependência, carência, medo, apego. Infelizmente é assim que acontece, não digo a maioria, mas certas relações quando chegam ao fim, nem sempre é pelos dois corações e o que ama verdadeiramente sofre sim pelo tanto que se ofereceu, pelo tanto que se dispôs  a cuidar do outro, pelo tanto que ainda sente, porém não é legal você deixar de viver a sua vida, pra viver de marcação, perseguir, destruir qualquer outra relação que ele(a) esteja no momento pela rejeição que você sofreu.

 Eu acredito no tempo de Deus para todas as coisas, eu boto fé nas vira voltas da vida e eu sei que tudo passa , tudo mesmo , que a dor desperta a nossa vontade de crescer e que mesmo que ele(a) te despreze hoje  a vida um dia o fará ele lembrar quem foi você.... Se aquiete, se cuide, se ame, se reconheça. "EX" significa Excluído  de um coração que se da valor... coisa nossa viu gente...

Cecilia Sfalsin

terça-feira, 28 de junho de 2016

Siga em frente, sem azedar a alma

12:54:00 9 Comments

"Na boa" e com todo respeito que tenho pelas pessoas, eu não nasci pra segurar a barra de gente ingrata,  eu não sei lidar com descasos, eu não cheguei aonde eu cheguei, pra ter que morrer na praia, eu não aceito mais que brinquem com os meus sentimentos, seja la quem for, eu não admito que me diminuam pelo que eu sou, pelo que eu tenho, nem pelo que eu faço, eu não dou poder a ninguém de comandar a minha vida, de se intrometer em minhas decisões, de me apontar dedos, de dizer o que eu devo ou não fazer.

 Desde do dia em que me coloquei aos cuidados do Senhor, eu me desliguei dos achismos alheios, e optei por viver de acordo com os preceitos dEle, eu decidi não mais me importar com a  maldade dos outros, eu passei a me cuidar mais, e a aproveitar os meus dias fazendo aquilo que é bom e necessário, sem perder a minha essência, sem colocar em jogo os meus principios e valores.

 Cada vez que você para pra chorar, se lamentar, entender o porque alguém tentou te prejudicar, mais você se atrasa, e não temos tanto tempo assim, o que temos, são sonhos, planos, projetos, o que temos são surpresas de Deus logo a frente nos esperando, e caminhar é preciso, sem perdermos um só segundo com o que não vale a pena. O ser humano é complicado, e não podemos contar com todos. 

Há aquela torcida a favor, mas há aquela contra também, o segredo é, se possível for, termos paz com todos, e seguirmos em frente, sem azedarmos a alma com o que não chega para acrescentar.

Cecilia Sfalsin

Tudo nesta nesta vida depende do valor que a gente se dá.

11:13:00 7 Comments

Tudo nesta nesta vida depende do valor que a gente se dá. Não podemos esperar isto de outros, não podemos ficar a mercê de um elogio, de uma atenção de um afago alheio para reconhecermos o quanto somos interessantes, o quanto somos capazes de realizar, o quanto somos sábios, fortes, inteligentes e corajosos.

Entendam por favor, não nascemos para agradar pessoas, embora algumas mereçam nossa total atenção, esta capacidade não temos, sempre iremos desagradar alguém, e isto não esta em nós, porque somos gente de personalidade forte,  temos nossos sonhos, nossas vontades, nossos desejos e precisamos investir nisto, sem dependermos tanto do que o outro pense ou deixe de pensar a nosso respeito.

Tem muita gente nesta vida sofrendo por mudanças forçadas, não estão tendo vida própria, amor próprio, achando que vão conquistar aquele coração pela força, adoecendo a alma, se matirizando por pensar que é a pessoa mais feia da face da terra, mais infeliz, mais incapaz, e tudo isto porque uma unica pessoa não a enxerga exatamente como ela é.

Pare de se auto desmerecer, e se queira por inteiro, se ame por inteiro, invista no seu potencial e vá a luta por você, quem te gosta te aceita,  te admira e não precisa de motivos tão idiotas pra te querer bem, e isto ínclue amizades também. Eu sempre digo que muitos atravessam o nosso caminho, mas nem todos estão aptos a ter os nossos sentimentos, o nosso respeito e a nossa admiração.

Deus nos prepara amigos, e prepara um amor pra gente também, tudo no seu tempo, e acreditem, o que vem dEle é sempre o melhor pra nossa vida. Desnecessário sofrer por quem não reconhece o valor que você tem.

Cecilia Sfalsin

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Quem carrega ressentimentos, não aguenta carregar conquistas.

12:33:00 2 Comments

Ja fui daquelas que se garantia nas amizades, cercada por muitos, cheia dos "amigos" de "bom coração", afinal, tive os meus momentos de auge na vida, que bancava o cafezinho na esquina, que convidava para um almoço formal, que presenteava, que ajudava, mão aberta sabe?!, do tipo que não negava nada pra ninguém. 

Ainda sou, pedi a Deus para não permitir que as decepções me tirassem o prazer de ser quem sou, que as tristezas não me arrancassem a bondade, o carinho, a vontade de ajudar os outros, mas, que Ele me ensinasse a discernir quem realmente era de verdade em minha vida, e isso eu só fui sentir na alma quando eu cheguei ao pó, e não tinha nada mais para oferecer, a não ser o respeito e a companhia. 

Não, eu não me tornei uma pessoa amarga, pelo contrário, passei a amar e a me amar mais, mas isso foi um processo demorado, foi com muita oração,  choro, e com o apoio de alguns contados no dedo que realmente eu pude chamar de gente que ama de verdade, de amigos com "A" maisculo.

Perdoar quem nos ofende e fala mal da gente não é fácil. Perdoar quem nos vira as costas, nos abandona em momentos difíceis e ainda faz de conta que não nos conhece mais também não. Porém, a falta de perdão só maltrata a gente mesmo e não ao outro, só fecha as portas pra nossa vida, só faz mal a nós, e não aos outros.

Quem não perdoa não caminha, nem avança. Vive remoendo mágoas ao invés de se recontruir, e isto impede com que as voltas por cima aconteçam. Quem carrega ressentimentos, não aguenta carregar conquistas. 

Hoje estou em uma fase boa, não cheguei aonde eu pretendo chegar ainda, mas já tenho meio caminho andado graças a Deus, ja me realizei em boa parte dos meus sonhos, e posso dizer que estou de pé de novo, porém, não com a mesma ingenuidade de antes, estou mais cautelosa, seletiva, e um pouco silenciosa em relação a alguns projetos que tenho, só que, oferecer aquele cafezinho bom, e o aconchego de um bom papo e uma boa companhia, hoje eu só ofereço  para os  amigos que posso chamar de irmão. 

Cecilia Sfalsin

domingo, 26 de junho de 2016

Fé...

17:32:00 0 Comments


Sim, as vezes eu desisto sim, mas isto é por alguns segundos, as vezes tenho estes medos
bobos de não conseguir, e pensar que esta tudo difícil pra mim, mas logo passa, e eu me
continuo por dentro, mesmo que meus pés se cansem, eu me permito ser carregada pela fé.

Cecilia Sfalsin

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Se continue e cuide-se

11:36:00 1 Comments

As coisas foram exatamente como deveriam ser, mesmo que depois de tantos erros com o meu coração, com as minhas decisões e escolhas, as coisas tomaram seus rumos, algumas delas foram aprendizados, outras foram contentamentos, outras foram frustrações, mas todas escreveram um capitulo interessante em minha história e por elas eu cresci. 

Cair não é vergonha pra ninguém, o que é vergonhoso é a gente aceitar sempre o fracasso, e não querer se continuar, não se permitir viver um novo começo, por uma decepção, por um amor que não deu, por uma amizade que traiu, por um sonho que não conquistou, isto sim é de dar pena, quando uma pessoa decide não mais viver devido as quedas. 

Tudo tem limite nesta vida, até sentimentos, e o tempo nos faz entender tudo isto, as experiências vão nos ensinando aos poucos o que realmente vale a pena, e o que só vale o nosso sofrimento, se continuarmos insistindo naquilo que não é pra ser, ou talvez até seria, se não fôssemos tão ingênuos em nossos passos.

 Me perguntaram se lutar pra se ter o amor de alguém a qualquer custo é compensador, e eu respondi que depois de tantos amores incompreendidos que ja vivi, lutar por alguém é compensador, desde que não nos sugue o respeito, o carater, a personalidade, e o amor próprio, desde que a gente não precise mendigar o que o amor nos da por direito de batalha, desde que não seja preciso nos anularmos pelo descaso do outro, e isto vale para bons amigos também.

 Se valorize sempre, se ame mais do que tudo, não se desmereça por nada nem por ninguém, não se entristeça porque alguém disse um "não" bem dado em sua cara, nem se importe com aquela pessoa que não se deu conta do quanto você a amou, algumas coisas cabe ao tempo resolver, outras, deixa que Deus resolve por você... Se continue e cuide-se.

Cecilia Sfalsin

quinta-feira, 9 de junho de 2016

O fantasma da(o) ex....

07:20:00 2 Comments

É até hilário o que vou dizer, mas se liga, você não é band-aid pra tampar ferida de ninguém. Se envolver com alguém que acabou de sair de um relacionamento, e que anda carregado de tristezas e carências, é fria. Falo com toda convicção pra você, ninguém esquece o outro da noite para o dia, nenhum namoro por mais difícil que tenha sido, não se vai tão rápido do pensamento, principalmente quando a decisão do fim partiu apenas de um lado, e que provavelmente seja por um motivo bobo.

 Me entenda, não estou dizendo que é impossível dar certo, o que eu quero dizer é que as possibilidades de haver uma reconciliação entre eles, e você ficar boiando em um sentimento criado pelo entusiasmo é maior. Já vi muita gente quebrar a cara, e iludir o coração com isto, depois se sentir usada(o) por uma situação que ela(e) mesmo se deixou levar, não se garantindo por dentro, não se cuidando, não dando tempo ao tempo, não tendo certezas.

Estas datas de 12 de junho são mais propícias para acertos necessários, e quanto mais você se envolve, mais riscos corre de uma grande e inesperada decepção. Não vá com tanta sede ao pote, não seja "ficante" por encomenda, não queira ser cura na vida de gente mal resolvida, você não vai conseguir, porque quando há saudade, falta sentida, o amor fala mais alto.

 Espere o tempo certo para todas as coisas em sua vida, e a pessoa certa também, tente não se entregar tanto a um sentimento repentino e desconhecido, a pessoa pode até ser gente boa, mas como se diz as mais certas línguas, coração humano é terra que ninguém pisa. Se cuida, e se possível for, seja só ombro amigo(o), já será de grande ajuda. Sem desespero, há muitos dias bonitos no ano, e há muitas surpresas de Deus neles também...

Cecilia Sfalsin

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Aqui se faz, aqui as consequências nos acham....

08:36:00 2 Comments

Depois de algum tempo pensando me desfiz de alguns laços, e a minha intenção é seguir em frente sem eles. Não sei o que o amanhã me reserva, não sei se poderão ser refeitos, mas no momento, estou me sentindo bem pela decisão que tomei. Tudo que  vira nó, aperta, e tudo que aperta, sufoca, dói, maltrata, e isto não é legal pra gente. 

As pessoas que nos amam vão sempre estar por perto, e, mesmo que as obrigações diárias as impossibilitem vez em quando, elas sempre darão um jeitinho de saber sobre a gente e nos cuidarem mesmo que de longe. Elas vão sempre nos procurar e nos valorizar também. Já as que nos mantem por conveniência não, elas sempre darão um jeitinho de escapar destas responsabilidades do coração, vão sempre nos colocar em segundo plano, e só sentirão a nossa falta  quando sentirem falta de alguma coisa que só nós podemos lhe oferecer, e isso realmente cansa a alma da gente.

Não existe jeitinho brasileiro que me faça voltar atrás quando percebo que dei pernada errada me mantendo presa a estas "amizades", mas também não me arrependo de tê-las conhecido, querendo ou não participaram da minha história de vida, porém, não faço questão delas em meus sonhos futuros, a não ser que Deus queira. 

Se tem uma coisa que todos nós precisamos aprender nesta vida é respeitar sentimentos, falarmos pouco  e observarmos mais. É apostarmos naquilo que o outro possa ser quando os ventos soprarem a seu favor, é não desprezarmos, ignorarmos, acharmos que o jogo não vira e pensarmos que as voltas que o mundo dá não faz efeitos, porque o tempo é surpreendente e consegue colocar no lugar o ego de muita gente. 

Ser humilde e simples de coração ainda é, e sempre continuará sendo uma escada linda para o sucesso, Reconhecer os primeiros começos e aqueles que participaram dele também. Viva a gratidão e se possível for, viva o amor real, fazendo o bem sem diminuir ou  desfazer de ninguém. 

Aqui se faz, aqui as consequências nos acham também. 

Cecilia Sfalsin

domingo, 5 de junho de 2016

Cuidem-se no amor..

07:48:00 1 Comments

Não acredito que exista relacionamentos perfeitos, mas acredito em relacionamentos completos, onde não há falta do necessário para que deem certo. Afetos e atenção faz um bem absurdo para o coração, e quando vindos de quem abrigamos por dentro, melhor fica.

Não que isto seja o alicerce de tudo, mas é um alimento forte, é uma necessidade do ser humano, é uma busca um do outro através do que se pode oferecer sem obrigações. Não sou contra a se comemorar o amor em um dia 12 de junho qualquer, o que não acho legal é a hipocrisia de muitos, que só se manifestam em seus sentimentos quando tem um publico radiante aplaudindo, só presenteiam em datas comemorativas, que só demonstram cuidado e atenção uma vez na vida, e passam o resto do ano vacilando, entristecendo, cobrando, ferindo de leve, criticando mais do que elogiando.

Relacionamento sério vai muito além do que um status em redes sociais, uma aliança no dedo, ou uma divigulgação na sociedade, porque cobra respeito, cobra tempo, cobra lealdade, cumplicidade, diálogo, cobra agrados, gentilezas, presença, proteção, e se não houver disposição pra tudo isto, não haverá uma história bonita, só frustrações, decepções e amarguras, e não há amor que dure diante de dores e sofrimentos, não há pessoa que suporte descaso e rejeição. 

N(amor)ar é cuidar, é se preocupar, é viver o amor reciproco,  e antes de apontar o dedo para as tantas falhas que ele(a) tem, se olhe no espelho e aponte o dedo em sua direção, é fácil julgar, é fácil dizer: Você não é o(a) mesmo(a) mais, o difícil é a gente aceitar que as vezes o erro esta em nós, e que quando há uma reciprocidade verdadeira, há também uma mudança verdadeira também. Já vi muitos relacionamentos chegarem ao fim, não por falta de amor, mas pelo orgulho de um sempre querer ser mais certo do que o outro. Cuidem-se...

Cecilia Sfalsin

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Viva pelo que você acredita....

05:49:00 0 Comments

Sou brega sim, cafonérrima, das antigas, mas ainda sou daquelas que acredito que o meu corpo não pode ser mais atraente do que o meu coração, e que aonde não há sentimentos,  não há respeito próprio, aonde não há um cuidado consigo mesmo, não há prazer, não há história, não há certeza alguma de amor e relacionamento sério.

 Se você tenta conquistar alguém pelo seu corpo, pelo status que você carrega, ou pelo que você tem no bolso e na sociedade inteira, o seu futuro será desgastante, seus próximos anos serão constrangedores e vazios, e a sua maneira de olhar a vida será tão escura quanto a noite sem estrelas.

Realidade não rima com fantasias, e pegar alguém no laço é se sujeitar a muitas amarguras trazidas pelo tempo, como consequencias de nossas escolhas malfeitas. Sempre digo que o que é bonito mora dentro da gente, e precisa ser valorizado.

Quando o nosso interior esta bem, quando estamos nos amando de verdade, nos respeitamos, e é claro que o nosso exterior fica mais bonito, mais elegante, mais exposto não para os outros, mas para nós mesmos, a nossa estima fica em alta, e não é necessário que alguém diga o que devemos ou não fazer, porque construimos um estilo próprio, e uma vontade própria também.

E vou ser bem direta com você, se uma pessoa que se diz te gostar, só te procura quando esta afim de sexo, mas não te da a minima atenção, não te cuida, não quer nem saber se você dormiu bem ou não, se não te assume, por favor, se liga, e não se sujeite a um relacionamento tão absurdo assim.

Quem te ama de verdade esta disposto a zelar por você, a te oferecer momentos lindos, a passear da mãos dadas, a puxar a cadeira pra você se sentar, a abrir a porta do carro prazerosamente, a te ligar em horários inesperados so pra te dizer: Sinto saudades, a se importar com os seus sentimentos, e mais do que tudo isto, a respeitar você e a vontade de Deus em tudo.

Seja brega, e não ligue se alguém faz chacota com a sua vida, o importante é ser feliz a sua maneira, e não deixar seus principios de lado para ter que agradar a uma minoria de gente sem história, sem vida, sem amor próprio. Viva pelo que você acredita..

Cecilia Sfalsin

Que venha junho...

05:33:00 0 Comments



E pra inicio de conversa, estou bem. Minha vida não esta a  mil maravilhas mas o meu coração esta esperançoso e confiante. Maio esta se despedindo com glamour, e junho já esta dando seus sinais de grandes recomeços.

Não sei dizer ao certo o que vem por ai, mas a minha certeza é de que algo extraordinário, grandioso e espetacular esta por vir. O segredo é não nos lamentarmos pelo que se foi,  não nutrirmos o que só nos prejudicou, não adiarmos mais o que precisa ser levado a sério, e não nos rejeitarmos por dentro.

Há muros que precisam ser destruídos em nós que construímos com os nossos medos, que edificamos com tantas coisas ruins que nos aconteceram, e que só nos fazem caminhar para trás.

 O que passou, passou, e Deus fez nova todas as coisas assim diz a palavra d'Ele. Se amem o máximo que puderem, se reconstruam a cada amanhecer dos dias, sejam gratos a cada anoitecer, e avancem.

É preciso os desapegos para que o necessário tome o seu lugar. É muito preciso os vazios doídos e incompreendidos para que o que é pra ser em nossa vida se ajeite e nos refaça de uma maneira surpreendente.

Tudo acontecerá a seu tempo, seja la o que for, tudo será divinamente lindo, se no lugar destas sementes amargas, que tentaram plantar em nossa alma alma, plantarmos a fé e o amor. ...

Cecilia Sfalsin

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.