quinta-feira, 31 de maio de 2018

Eu te aconselharia a não se envolver com quem acabou de sair de um namoro mal resolvido por vários motivos.

12:33:00 0 Comments

Uma história mal resolvida tem consequências futuras. Eu te aconselharia a não se envolver com quem acabou de sair de um namoro mal resolvido por vários motivos.

Primeiro: Tudo aquilo que fica pendente uma hora tem que se resolver, e, acredite você ou não a força da divida é perturbadora. Quando uma das partes se opõe ao término, é porque ainda há aquela pontinha de dúvida em ambos, com sinais de acertos ou confusões futuras. Você pode até ter um caso sério com essa pessoa que você acredita estar livre por um tempo, mas aquele outro alguém ao qual ele(a) por descuido ou crise deixou para trás continuará assombrando os seus dias. Tudo que fica inacabado deixa incertezas no ar. 

Segundo: Alguns até tentam um novo relacionamento acreditando que aquele pendente de ontem não era pra ser. Há pessoas que se sobressaem muito bem nisso, e até se superam. Mas há pessoas que além de mentirem pra si mesmo,  colocam em jogo um outro coração. Fazem da outra pessoa um refúgio pessoal, não mede as consequências, não acorda para a realidade, não compreende que estar com alguém só para esquecer outra é covardia. Não entende que plantar esperanças no coração de alguém pensando em outra também é uma forma de trair não só o outro mas a si mesmo, e ao seu próprio caráter. 

Terceiro: Todos nós precisamos de tempo para arrumar a casa. Ninguém ajeita a bagunça da noite para o dia. Ninguém resolve uma vida no estalar de dedos, Ninguém que constrói uma relação bacana com alguém, e depois sai sem despedidas coloca o THE END  na sua história. Principalmente aqueles namoros duradouros, cheios de planos, sonhos, e uma série de idealizações. Se envolver com alguém que ainda esta com aquela ferida aberta é servir de banda-id. Fica por um tempo como proteção, depois que a ferida cicatriza descarta. Me perdoe a sinceridade, mas essa é a realidade de uma pessoa que só terminou o namoro por cansaço, crise, ou incompreensões. De quem só deixou o outro por capricho emocional mesmo. 

Quarto: Você nunca vai poder culpar o outro por ter invadido a sua vida. A permissão foi sua, e a negligência também. Não estou dizendo que você entrou ciente na situação, mas quem cuida do nosso coração e da nossa paz abaixo de Deus somos nós. Se alguém bate em nossa porta, é obrigação nossa saber quem ele(a) é, e o que pretende em nossa casa,  antes de deixarmos entrar. Tem gente que com ou sem intenção chega para afrontar os nossos sentimentos, e por nos encontrar carentes e sem motivação nos sequestra, nos maltrata e depois nos abandona dizendo que não teve a intenção. E talvez esteja até dizendo a verdade, mas infelizmente nos envolvemos. 

O meu conselho pra você é: Se proteja, e tenha muito cuidado com o seu coração, e com aquilo que deseja para sua vida. Tem muita gente bacana por ai. Tem muita gente que é livre, com histórias bem resolvidas,  preparado(a) e disposto(a) a escrever uma nova história. Gente que acredita em recomeço e final feliz. Gente que sabe o que quer, que tem boas intenções e que te colocará como prioridade na vida dele(a), e não opção.  Gente que esta afim mesmo de um relacionamento sério, duradouro e talvez até dentro de um pra sempre bonito. Vai por mim, e se cuida ai viu. 

Cecilia Sfalsin

terça-feira, 22 de maio de 2018

Proteja o seu relacionamento. Tudo que é exposto demais se torna alvo de gente ruim.

12:17:00 0 Comments

Relacionamentos expostos demais ficam vulneráveis a maldade dos outros. Infelizmente não podemos confiar em todos, ou contar com todos. Não podemos relatar demais a nossa vida, principalmente quando estamos bem, e quando as coisas estão dando certo pra gente. É fato que o mal por si só se destrói, mas antes que isso aconteça, quem o carrega dentro de si consegue fazer grandes estragos naquilo que se propõe a destruir. 

Tudo que se torna público demais por mais que você diga que a vida é sua, ou exija respeito, ainda há aqueles que não entendem o que é ser invasivo e se sentem no direito de opinar, criticar, ou simplesmente sabotar a sua felicidade. Quem não tem vida pra viver se incomoda com a do outro. Quem não consegue ser feliz em seus próprios caminhos, joga areia no caminho do outro. Pessoas insatisfeitas e sem realizações quando não sabem equilibrar os seus sentimentos se tornam perigosas.

 Nada contra a quem gosta de relatar o seu dia, ou postar fotos em redes sociais mostrando que estão super bem. É até bacana, mas nem tudo deve ser relatado, e nem todos são confiáveis. Isso vale para os dias difíceis também, porque nenhum relacionamento é perfeito. Cuidado!! A inveja é um mal que se cria em corações vazios que procuram se satisfazer desejando o fracasso do outro. 

Ás vezes a pessoa esta ali curtindo, colocando coraçõezinhos e palminhas, ou até se fazendo de ombro amigo, mas só Deus sabe o que se passa no seu interior. Salve-se disso! Existem os torcedores e os perseguidores. Saiba com quem você esta lidando. Quanto menos você revela a sua vida, mais você se protege. Tem coisas que realmente ninguém precisa saber sobre a gente. Evite fadigas, e viva os seus momentos com mais leveza, tranquilidade e segurança. 

Fuja de situações desagradáveis. Nem todos querem o nosso bem. Se proteja, e proteja a quem você ama também. Amor bonito, verdadeiro e bem vivido não precisa ser provado pra ninguém. 

Cecilia Sfalsin

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Pessoas que não aguentam ver o outro ser dar bem tem dificuldades de se relacionarem e de se realizarem na vida também.

16:35:00 0 Comments

Quando uma pessoa se irrita com o crescimento do outro, ou procura a qualquer custo sabotar a felicidade de alguém próximo com uma crítica destrutiva por mera insatisfação própria é porque no seu intimo ela não consegue se realizar em nada. Ela não consegue aceitar o fato de que o outro possa ser capaz. Pessoas assim se sentem inferiores e fracas, não se socializam, não se permitem crescer devidamente, não se valorizam. 

Estão sempre com o coração triste e cheio de sentimentos ruins. Se preocupam demais com aquilo que o outro é, ou tem, e com isso vão se perdendo, se envenenando, se auto destruindo, se desmerecendo. Essa conduta, além de fazer mal pra alma, traz frustração e desmotivação também. Uma das coisas que precisamos aprender todos os dias é não olharmos para os outros como superiores a nós, nem pensarmos que o sol nasce voltado apenas pra eles. 

O sol nasce pra todos, e se soubermos usufruir do seu calor sem tentarmos fazer sombra na vida alheia seremos bem sucedidos em tudo que fizermos e super abençoados por Deus também. Tudo é uma questão de respeito, sabedoria e fé. 

Cecilia Sfalsin

Namoro sem compromisso é namoro sem futuro, sem planos, sem direção...

16:05:00 0 Comments

Você pode amar tanto alguém a ponto de querer deixar a relação seguir em frente mesmo não te fazendo bem, ou você pode se decidir diante desse amor, diante das dores que esse namoro tem te causado, diante dessa relação tão cheia de mentiras e traições, diante desse comportamento que não muda e não te respeita em nada. 

Você pode  ir até o fim com esse namoro, marcar compromisso sério em suas redes sociais só da sua parte, é claro, achar que aguenta ir adiante se declarando por dois, e não dar a mínima para o seu coração, ou você pode escolher se cuidar, e não investir mais naquilo que só tem  te causado frustrações. Sim, a escolha final é sua.

 Quando eu digo que quem finaliza é você,  só quero que você entenda que quando é plano de Deus, quando a história é escrita por Ele, quando a direção de tudo em nossa vida está nas mãos d'Ele não há nada que nos impeça de ser feliz. Não tem peso, não tem sofrimento, não tem baixa autoestima, não tem medo, nem insegurança. Porém, Ele nos deixa livres para escolhermos qual caminho seguir, Ele nos deixa a vontade para descobrirmos o que é melhor pra nós, o que vale a pena, o que merece ser deixado pra lá. Amor bonito é a dois.

Dois imperfeitos buscando a perfeição no Senhor, duas pessoas que erram tentando acertar, dois seres em busca de um só objetivo que não seja magoar, ferir, trair, enganar ou menosprezar. Nada pela força traz alegria ao coração. Se você insiste em namorar alguém que simplesmente já se acostumou a entrar e sair da sua vida a hora que bem entende, que já esta habituado a te deixar mal por um tempo e depois voltar tentando se mostrar a pessoa mais arrependida desse mundo, e que já não tem mais responsabilidade alguma com os seus sentimentos, é porque você ainda não aprendeu a grande diferença que há entre amor e dependência e isso é um perigo quando é mal entendido por nós. 

Tudo que te rouba de você mesmo causa transtornos e vazios. Isso vale para qualquer relação, seja ela namoro ou amizade. Se leve mais a sério, e não dê continuidade a uma relação(namoro) que não se compromete com o seu presente, e que não faz questão alguma de pelo menos planejar um futuro bacana com você. 

Cecilia Sfalsin

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Não seja refém do ódio

18:39:00 0 Comments


Perdoei sim, e oro todos os dias por aqueles que me fizeram mal um dia. Peço a Deus para abençoa-los e fazer com que eles prosperem muito. Não que eu seja super boazinha ou santa demais, até mesmo porque essa infeliz natureza humana nos tenta a ser covarde a cada minuto. Apenas aprendi que  não posso oferecer aquilo que eu não tenho dentro de mim,  RESSENTIMENTO. E que o meu coração precisa de espaços para receber do Senhor as alegrias do por vir.   

Talvez eles nem entendam minhas atitudes ou até me julguem por elas, mas eu aprendi que é melhor ser livre do que ser refém do ódio. É melhor ter passos leves a ter que carregar uma mala pesada todos os dias só para alimentar o meu ego ferido e inquieto, que é melhor eu me doar em amor e saber que eu estou fazendo o que Deus se agrada, do que bancar de gente certinha desagradando aquele que me abençoa com a vida.

 Não é fácil ter que engolir uma ofensa, mas pior do que isso é não ter paz. Lutar contra o NOSSO  próprio eu é difícil, porque somos levados muitas vezes a apontar os erros dos outros sem admitirmos que somos iguais, que somos humanos, que falhamos, que erramos, que julgamos, que ofendemos, que denegrimos, e isso realmente é um desastre na alma de quem não se permite fazer uma leitura do seu próprio coração. A balança do bem pesa mais, e a do amor verdadeiro também. São duas coisas que não se mendiga, não se rasteja e não se fica lambendo tapete de ninguém para se conquistar. 

A partir do momento que você perdoa alguém e pede perdão, independente do que ele te oferecer, sinta-se livre, sinta-se protegido, sinta-se amado(a) por aquele que realmente não te condena por nada. Já feri muita gente nessa vida e me retratei devidamente, como já fui ferida muitas vezes e perdoei como deveria. Fácil? Não. Simples? Mas preciso e liberta(dor). Principalmente quando decidimos ser cura ao invés de cutucarmos feridas alheias. 

Cecilia Sfalsin

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Agradar a todos não faz parte do nosso processo de crescimento..

19:34:00 0 Comments

Todas as manhãs antes de qualquer atividade do dia, eu oro a Deus pedindo a Ele para cuidar da minha vida, dos meus pensamentos, das minhas palavras e ações. Peço a Ele também para me livrar de todo mal e para me direcionar a fazer o que é certo pela vontade dEle, e não pela vontade humana. E ao final de cada dia, mesmo que nem tudo tenha sido como eu quis, a certeza que descansa o meu coração é que no controle de tudo estava Ele. 

Gosto de mudanças, me permito a novos começos, amo a minha liberdade de ir e vir, e gosto de ser eu em todos o sentidos. Tenho uma delicadeza comigo de me cuidar, e não faço média para encher o ego de ninguém. Aprendi que ter opinião própria faz parte dos nossos valores, e não ser negligente com elas por nada faz parte deles também. 

O que eu quero dizer a você é que vida fácil ninguém tem, e que precisamos ter certeza de quem somos para não nos sentirmos atingidos pelo mal que chega com o vento, ou pelas coisas ruins que nos acontecem. Quero dizer também que a gente precisa ser mais valente do que o valente como bem diz a palavra do Senhor, e não deixarmos com que nada nos tire da posição que ele nos colocou. Mesmo estando na prisão, mesmo sendo vendido pelos irmãos, mesmo sendo julgado injustamente e humilhado, mesmo estando no meio dos Egípcios, José continuou sendo Hebreu, continuou sendo servo, continuou mantendo a sua fé naquEle que o escolheu. 

Não se contaminou, não permitiu que a tristeza fizesse morada em sua alma, não aprendeu a ser como eles. Temos que dar o nosso melhor sempre a quem merece, e a quem não merece também. Entendermos que agradar a todos não faz parte do nosso processo de crescimento, e compreendermos que quem decide ficar do nosso lado, fica pelo melhor que a gente tem, independente do que temos para oferecer. Fica por gostar...

Cecilia Sfalsin

POSTAGENS RECENTES

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.