/
0 Comentários

Não, você não tem este poder todo pra dizer que seu coração não será mais de ninguém , você não tem esta banca toda pra dizer que não vai mais amar, gostar, querer , viver , sentir , porque alguém te decepcionou, ou porque alguém que você muito amou partiu pra nunca mais voltar. 

Até entendo sua ferida, até consigo dizer que compreendo a sua dor, mas jamais posso concordar com esta decisão tão tola sua de achar que controla o amor , porque ele é forte , é invasivo e é inevitável. O tempo é até amigo da gente em certos momentos, por nos cuidar , por nos fazer esperar, por ter paciência  com os nossos deslizes, com as nossas insatisfações e incertezas, mas ele não decide pela gente em se continuar, ele não faz nada que a gente não permita, ele não muda nada se a gente não quiser mudar.

 Quem cura nossas feridas é Deus, seja ela qual for, mas quem reaje após elas somos nós,  e não adianta você se encarcerar dentro de um luto tão doído , tão deprimente , tão frio e vazio , se o que tem aqui do lado de fora é muita vida e grandes recomeços.
O amor quando nos pega de jeito , nos faz compreender que ninguém manda nele , que ninguem dita as regras do nosso coração , que ninguém vive só de razão e  por mais concreta que seja a sua decisão , ele ( o amor) sempre te  fará trilhar em uma nova direção.

Cecilia Sfalsin


Leia também

Não, você não tem este poder todo pra dizer que seu coração não será mais de ninguém , você não tem esta banca toda pra dizer que não...

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....