quarta-feira, 15 de março de 2017

# Minhas inspirações

Daqueles que se distanciaram, alguns eu fui atrás, outros eu deixei pra lá.


Eu chorei sim, e muito, por algumas amizades que se afastaram e que talvez elas nem tenham noção disso. Algumas eu fui atrás várias vezes, procurei entender o lado delas, até mesmo porque a vida da gente é imprevisível, e tem certas atitudes nossas, impulsivas talvez ou até grosseiras que nos faz perder pessoas e precisamos nos retratar para que o nosso interior fique bem e para que o que é valioso pra gente não se perca por nossa culpa, por nossa negligência ou pelo orgulho.

Mas outras confesso a você que deixei pra lá, não que elas não fossem  importantes, pelo contrário, eram tão importantes que eu confiei e acreditei que não seria qualquer besteira ou divergência que nos distanciaria, eram tão significativas que cheguei a pensar que mesmo que alguém tentasse desfazer o laço que tínhamos com fofocas e disse me disse, o que era precioso em nós não seria afetado pelos atos amargos da alma de ninguém, e isso não aconteceu.

Perdoei sim, pedi perdão também, mesmo sabendo que o que eu mais fiz foi amar, compreender, ajudar, porque desde  quando eu comecei a caminhar na verdade de Deus aprendi que precisamos dar o nosso melhor aos outros, precisamos ser diferentes, precisamos caminhar em direção a paz mesmo que isso seja motivo de chacota para alguns, mesmo que muitos nos achem a pessoa mais boba e tola da face da terra, precisamos levar a sério o amor divino, puro e verdadeiro, mas continuei o meu caminho sem criar tantas expectativas e não me deixei embrutecer pelo descaso que recebi e que por sinal doeu muito.

Hoje eu sou mais seletiva, mais tranquila, mais na minha na questão de me doar demais e não deposito no coração decepções passadas, apenas procuro observar mais e a querer do meu lado pessoas que me agregam, embora seja difícil conhecermos o interior de quem chega desavisadamente.

Aprendi que quem chega pra ficar Deus prepara o lugar, não se vai, não fere, não sabota a amizade mesmo que em algum momento se decepcione com a gente, mas aqueles que se vão e não se preocupam é porque realmente não conseguiram nos acolher ou não tiveram intenção alguma de nos proteger e isso é só com o tempo que a gente vê.

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.