segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Mudanças precisas...

16:37:00 0 Comments

Estas mudanças que me aconteceram em 2015 não foram planejadas, aconteceram, e eu fui me adaptando ao que precisava ser aceito. É claro que tenho meus segredos com Deus, tenho meus desejos escondidos, meus pedidos, minhas orações, mas nada que redes sociais, amigos, família, ou seja la  quem for resolva a não ser Ele, coisas minhas entende? que ultrapassa a força  humana e que poucos compreenderiam se soubessem.

Se eu for colocar no lápis a minha vida, muitas coisas não deram certo, mas muitas outras me fizeram sorrir de canto a canto, e isto me motiva a continuar acreditando que eu ainda posso ir muito alem, que eu ainda posso me surpreender por este caminho afora, e que se eu tão somente acreditar, muitas coisas boas vão se esbarrar em mim.

Por estes dias só estou exercendo a gratidão,  tentando não me lamentar por nada, e arrisco a te dar um conselho, viva a sua vida, abrace as oportunidades que te chegam, não murmure, não reclame, não pense que a vida do outro é melhor do que a sua, porque há tempo pra tudo e cada situação que passamos há um aprendizado que sera muito importante na construção do nosso futuro.

Ignore o mal que te chega, rejeite os sentimentos ruins, perdoe quantas vezes forem necessárias e não desista jamais de um sonho, de um amor, de uma conquista, porque se estiver na vontade de Deus, tudo vai dar certo pra você.

E ja é Ano novo

16:26:00 1 Comments


Os planos que faço para 2016 é ser melhor do que fui e fazer o melhor que posso sem errar tanto, sem vacilar tanto, sem me machucar tanto, quase impossível isto, uma vez que sou humana e não é tão fácil dividir este espaço aqui na terra com outros que pensam e agem diferente, mas quero pelo menos tentar ser menos exigente com a vida e mais cuidadosa comigo.

Quanto ao amor eu quero exercê-lo da melhor maneira possível, fazer o bem sem olhar a quem, procurar não ser tão negligente com os meus sentimentos, e se possivel for ter paz com todos. Não vim ao mundo pra fazer média com ninguém, nem pra sentar no topo de uma montanha afim de receber aplausos, mas vim para fazer a diferença e isto eu vou fazer mesmo que me custe algumas lágrimas, alguns esforços alem da conta, alguns distanciamentos e renuncias também.

Se eu pudesse apertar a sua mão, te dar um abraço e olhar nos seus olhos neste momento eu simplesmente te diria FAÇA O MESMO, porque nesta vida o que vale a pena são nossas ações, a nossa transparência e o nosso jeito simples de ser, nem mais, nem menos, apenas ser ( ser de Deus, ser feliz, ser honesto, ser do bem e ser gente de coração também), o que vem depois disto são consequências daquilo que fazemos por nós, e por alguém.

Cecilia Sfalsin

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.