segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Repentes de amor....

11:28:00 43 Comments
As vezes me pego costurando alguns sonhos,  remendando algumas esperanças, alinhavando alguns sentimentos, arrematando afetos , por que é assim que me visto quando quero ir ao meu imaginário e
me sentir. Me ajusto e sigo , aceitando com ternura minhas imperfeições, correndo riscos, des(fazendo) laços, me des(encontrando). Tenho em mim que estou em um processo delicado onde meus momentos tem sido especiais, e por isto não quero de maneira alguma deixar que se rasgue por um desvio qualquer,  apenas deixo  tudo acontecer ao som de uma canção cujo a letra é composta pela máquina da vida, escrita em seda fina , que desliza pela alma de quem amo...E quando estamos juntos, vou me despindo, para vesti lo em meus repentes. A gente ta cada vez mais assim.

Cecília Sfalsin


Flores do meu Jardim
Em meus Momentos de lucidez hoje escrevi
sobre o péssimo hábito das pessoas
em construir uma imagem da outra 
por pré julgamentos..te convido a ler.
Beijos e obrigada

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

15 de novembro não é um dia qualquer, é meu aniversário.

11:31:00 63 Comments


Impossível não dizer o que penso da vida depois de tantos anos do meu existir , talvez eu ainda não saiba muita coisa, talvez eu ainda não tenha usufruído de tudo , ou talvez eu apenas tenho sido privilegiada pelo autor da fé que me confiou a protagonizar em mais uma de suas histórias onde o impossível e as grandezas dele são indiscutíveis na vida de quem crê.

15 de novembro não é um dia qualquer, talvez seja comum, como todos os outros, mas é meu aniversário , e não abro mão de gritar ao mundo o quanto estou feliz por estar aqui, o quanto sou grata a Deus por poder comemorar cada segundo , o quanto sou grata a meus pais por ser quem sou , o quanto sou grata a minha família por tanto afeto, o quanto sou grata aos meus amigos por me provocar sorrisos e o quanto sou grata a mim mesmo por me permitir ser feliz mesmo que as águas com sua tamanha força tentam me anular.

Quisera eu reunir todos para uma boa prosa, um cantar parabéns , um repartir do bolo, mas nada disto seria importante se não houvesse o amor que de tão precioso se transformou em palavras para descrever tamanha felicidade .

Não estou a comemorar a minha idade , pois deixei de contar os meus anos quando percebi que o vento é bem mais ágil que o tempo e bem mais propício a acontecimentos, nos fazendo acreditar sempre mais no imprevisível da vida, o tempo nada mais é do que os dias esperados que talvez se tornem imprecisos e turbulentos , desnecessários para quem optou apenas viver cada dia o seu dia , sem se preocupar com o amanhã.

A você que veio aqui com seus olhinhos fixos em meu texto a me deixar teu carinho , só tenho a dizer obrigada, obrigada, obrigada ..por que se não fosse tua presença , sua atenção e sua amizade eu não teria tantas palavras soltas para registrar aqui a alegria que esta em meu coração.

Que minha idade seja este momento do agora marcando o que passou e registrando o que ainda esta por vir...

Grande beijo...agora podemos cantar parabéns e soprar a velinha :)...vamos lá? 

Cecília Sfalsin

domingo, 11 de novembro de 2012

E se.......

18:54:00 26 Comments
Que esta minha inquietude
seja apenas uma distração
entre a alma e o coração,
indo em busca de um olhar distante,
um sorriso embasado
sem tamanho ,sem limites,
se me faltar asas,
pego a estrada e
se o tempo parar
eu me continuo,
me aconteço,
me refaço.

Cecilia Sfalsin

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

De dentro pra fora

13:33:00 13 Comments
Se não amanheço por dentro então não abro os olhos, 
se é pra despertar que seja por completo, 
que o in(completo) encontro aqui fora,
que im(possibilidades) me atravessam ,
que in(certezas) já me acompanham,
tenho este desatino de  florescer as palavras,
para fazer existir minhas vontades ,
estabelecendo  uma esperança demorada, sonhada 
traçada em letras maiúsculas que fazem surgir os meus sóis,
abrindo minhas possibilidades , dissipando minhas dúvidas,
tenho esta delicadeza de sorrir pra mim mesma 
e querer ser a pessoa mais incrível do universo,
tendo algumas alegrias bobas de que o dia
será perfeito por que acordei por dentro e por fora.
tenho manias de transformar tudo em poesia.
até a vida.

Cecília Sfalsin

Convite Chato...
Gente que gosto tanto
logo ai do ladinho tem 
minha caixinha de página do facebook
bora la visitar quem ainda não conhece
e se gostar é só curtir..:)

Obrigada..bjo

domingo, 4 de novembro de 2012

Coisas tantas que nem sei dizer....

03:19:00 43 Comments

O dia hoje amanheceu como uma caixinha de surpresas, nem sei por onde começá lo, mas tem algo novo acontecendo. Sempre senti que são nas primeiras horas da manhã que nos são entregues as chaves do amanhecer, a confiança da vida . Tenho esta chance de acordar e decidir o meu dia, olhar no espelho e sorrir ou apenas embrutecer meu coração e sair por ai feito espada cortante, ferindo quem quer que seja.
Tudo dentro de mim é dependente dos meus atos,  e tudo em mim é um amontoado de coisas , sentimentos,    comportamentos antigos, do tipo cafezinho na chaleira e pão com manteiga . Minha vida é esta junção do sentir com o agir, do amar com o observar, do querer com o conquistar ,do olhar com o admirar. Que nasçam os meus sóis, e façam festa em meu coração. Tenho pressa não ....estas coisas tantas que acontecem é que me deixam assim "criando cenários" para minha história...:)..vou ali e já volto, tenho muitas caixinhas para abrir...enquanto isto vá abrindo as suas,  há  coisas tantas dentro delas pra você.

Cecília Sfalsin

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Então é novembro...

04:12:00 41 Comments
Meu coração anda descalço sobre os seus 
sentindo os cada vez mais pulsante, 
tudo é tão nobre, tão verdadeiro , tão encantador. 
Ouço tua voz ao longe com densas lembranças 
do primeiro toque, do primeiro beijo , do primeiro olhar,
despertando em mim risos tímidos que minha boca ousa dar. 
Há de se festejar o nosso amor , com taças e vinhos, 
há de nos entregarmos um ao outro com desejos e carinhos, 
há de se ter um encontro de nossos lábios emudecendo as palavras , que 
de tão intensas se transformam em gotas de suor 
a destilar pelos nossos corpos neste silêncio cheio 
de motivos pinçando nossos sentimentos. 
Há de termos esta delicadeza 
comemorando este tão doce novembro que caminha 
pelas nossas distancias , unificando nossos sentimentos.
Há de se ter perfume em nossos lençóis..

Cecilia Sfalsin

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.