Todo e qualquer relacionamentos que te priva de ser quem você é, que te constrange, que comanda a sua vida, que controla os seus passos, que te domina, que te faz pensar que todo mundo a sua volta não te quer bem como ela(e), que te afasta de outros amigos e até mesmo de sua família, que te manipula com juras de lealdade e amor eterno e não te deixa respirar a sua própria vida, não é sadio, não provém de Deus e só te trará problemas, cai fora por favor.

Quando você se sujeita a outra pessoa, permitindo com que ela roube a sua liberdade de ir e vir, você já se torna dependente afetivo e consequentemente laçado pela vontade dos outros e não da sua. Ninguém pode te dominar a ponto de comandar os seus atos e pensamentos, seja uma amizade ou um namoro. 

É claro que eu acredito no respeito, e sou totalmente a favor da lealdade, da confiança, da reciprocidade, do andar dois juntos em acordo, do ser fiel independente de uma insatisfação ou não, porque eu sei que ninguém é perfeito. 

Mas apartir do momento que o outro se ache o dono do seu coração, impondo sobre você o querer dele, tirando toda a sua naturalidade e alegria, te fazendo ser seu boneco de estimação 24horas por dia, já se torna um relacionamento perigoso, destrutivo e escravo. O amor vem acompanhado de liberdade e respeito, não tira a personalidade de ninguém.

Quem chega para somar em nossa vida, causa mudanças boas em nós, nos deixa bem, são agradáveis em seus atos e palavras, e não sufocam os nossos sentimentos. 

Pessoas manipuladores carregam dentro de si feridas velhas, escondem sua verdadeira identidade, vão nos ganhando com seus falsos sentimentos e cuidados excessivos, com as suas carências, com os seus vazios construídos pelas suas próprias negligências, até que, por uma insatisfação se revelam monstruosamente, e aquilo tudo que diziam sentir por nós se transforma em ódio e ressentimento, nos colocando como seus piores inimigos a ponto de nos machucar  e prejudicar.

Cecilia Sfalsin

Todo e qualquer relacionamentos que te priva de ser quem você é, que te constrange, que comanda a sua vida, que controla os seus passo...


Deixa eu te falar uma coisa: vai ter sempre alguém falando mal da sua vida, da sua conduta, do seu jeito de ser, das coisas que você faz, da sua fé ou atė daquilo que você não fez por ai. Infelizmente é algo inevitável. Vai ter sempre alguém insatisfeitinho, achando que você não é tudo aquilo que ele pensou.

Tem pessoas que inventam uma vida pra gente, e se decepcionam quando percebem que não somos o que eles queriam imaginavelmente que fôssemos. 

Vai ter sempre alguém querendo de alguma forma chamar a sua atenção, te entristecer, te fazer desanimar através de suas maldades em atos ou palavras. "Ou seremos flor ou seremos alvo. Seremos sempre alguma coisa no coração de alguém. 

Seremos amados ou odiados, seremos aceitos ou rejeitados. A vida é assim, alguns agirão segundo seus pensamentos e interpretações. Outros pelo que sabem de nós. Nunca conseguiremos agradar a todos! Alguns vão nos aplaudir, torcer pela gente, gritar upa em cada conquista nossa, outros vão nos apedrejar, criticar, rir da nossa cara, fazer chacota com os nossos fracassos e querer nos derrubar.

Mas gente, a vida é isto ai, não temos como mudar, mas também não podemos parar, não podemos atentar para o que os outros vão falar ou pensar. O que temos é que continuar, e acreditarmos que com Deus na direção da nossa vida ninguém é capaz de nos anular.

A gente chega lá! Cabe a nós sabermos lidar com estas situações desagradáveis sem nos perdermos no caminho, sem permitirmos com que a maldade de alguns tampem a nossa visão ou nos impossibilite de CRESCER.

Saiba que você tem muito a conquistar ainda, que vai incomodar a muitos mesmo que sem intenção, e que o seu tempo é curto demais para se perder com bobagens. Avance....

Cecilia Sfalsin

Deixa eu te falar uma coisa: vai ter sempre alguém falando mal da sua vida, da sua conduta, do seu jeito de ser, das coisas que você fa...


Ei, quem é você na fila do pão! Hum, que ironia ofensiva não é verdade? Nós humanos temos esta mania de levarmos tudo para o emocional, de nos sentirmos pequenos quando alguém tenta nos diminuir ou humilhar diante de um caminho que talvez nem saibam o quanto esta sendo difícil, e deixamos de olhar a dimensão que certas ofensas pode nos levar se atentarmos para quem nos ofende e o seu objetivo. 

Quando eu digo que a sua história começa na fila do pão, é pelo simples fato de que quem pergunta quem você é, com certeza esta na mesma fila que você, e claro, atrás e não na frente. Te enxergou de longe, te reconheceu a ponto de questionar a sua identidade, e gritou para os demais escutarem que você é alguém importante, porém no intuito de ofender mas não percebendo que o seu momento auge é aquele. 

Quem vigia a sua vida trafega o mesmo caminho que você, só não tem a mesma direção, não sabe o que quer, não consegue sonhar, porque a vida dele esta focada na sua. Aqueles que vive de especulação  não tem a mesma visão que você, e, talvez até consigam semear suas insatisfações e contaminar alguns corações, mas jamais conseguirão impedir Deus de te tomar pela mão e te colocar aonde ele planejou.

 A fila do pão é o primeiro passo de muitos outros, é aonde você tem tempo pra pensar, é aonde você aprende a respeitar a vez do alheio, é o lugar onde você aprende que para ter o seu pão de cada dia você tem que batalhar, e não podemos nos esquecer que  aonde tem pão, também tem sonhos não é verdade (risos)?!. Comece a trabalhar certas ofensas como um meio de crescimento, e também uma forma declarada de que realmente as coisas estão dando certo.

 Não revide, não indirete, não se permita envenenar, não reaja, avance, você não tem tempo para resolver pendências de gente de vida mal resolvida. Ore por elas, perdoe, e não se atrase por favor. Ocupe-se com o que lhe edifica. E nunca se esqueça, você sempre estará na fila do pão, afinal, quem não gosta de tomar um bom café?Psiu, se nos esbarramos em alguma padaria por ai, me abrace por favor. :) 

Cecilia Sfalsin

Ei, quem é você na fila do pão! Hum, que ironia ofensiva não é verdade? Nós humanos temos esta mania de levarmos tudo para o emocional, ...


Não sei o que você anda passando. Aliás, eu não sei nada sobre a sua vida, mas Deus te conhece bem, e por ele te conhecer tão profundamente que certas situações, por mais inexplicáveis e sem sentido que pareçam, por mais doídas que sejam pra você, por mais inaceitáveis ou sofridas, Ele permite você passar, não por ter prazer em te ver sofrer, mas para que você cresça neste processo, para que você se descubra nele, para que você saia deste estado de que ninguém me ama e ninguém me quer e passe para o estado de gente importante, capaz, vitorioso e cheio de coragem e virtude.

 Para que você entenda que Ele é com você, e para que os que estão a sua volta entendam isto também. O maior Sonho de ABRÂAO era ter um filho, que aos olhos naturais não poderia por ter uma esposa já avançada em idade, por achar que o tempo passou rápido demais e que o seu sonhos já não poderia ser mais possível. 

Nós também passamos por isto, por esta confusão quando algo que muito queremos está bem distante da nossa realidade. Mas Deus lhe deu o filho esperado( Gen:21), Ele tornou o seu desejo real e possível, porém, depois de anos o pediu de volta(Gen:22). Ai você me diz: O Senhor é ruim? Não, Ele é zeloso, e o que Ele quis que Abraão entendesse é que: A obediência a ele, e o desapego emocional são essenciais para que algo extraordinário aconteça em nossa vida, que tem horas que a gente tem que focar não no sofrimento ou humilhação, mas naquilo que vem após eles. 

A vontade divina tem que ser superior a nossa, e o nosso silenciar diante de certas circunstâncias, deixando com que a razão fale mais alto que os sentimentos são primordiais para o nosso crescimento e a nossa segurança diante de qualquer adversidade. Se você esta em momento complicado de sua vida, não esmoreça na fé, não pense que tudo esta perdido ou que é o seu fim, porque não é. 

Se você esta diante de uma escolha precisa, e isto está te corroendo por dentro, mas no fundo você sabe exatamente o que fazer, deixe o sentimento de lado, olhe para a situação com mais maturidade e faça o que precisa ser feito sem apego. 

Você precisa entender que quando nos dispomos a lutar pelo que/quem queremos é necessário conhecermos o nosso adversário, e o maior deles é o medo de não conseguirmos vencer até a nós mesmos. 

Quando Abraão renunciou o seu filho por obediência, Deus o devolveu! porque ele não queria o fazer sofrer e sim provar a sua fé. Este processo de dor e sofrimento que você anda passando é só um trabalhar do Senhor te preparando para receber dEle um grande e tremendo MILAGRE. Ele é fiel, e não permite com que nenhum de seus filhos sejam envergonhados. 

Cecilia Sfalsin

Não sei o que você anda passando. Aliás, eu não sei nada sobre a sua vida, mas Deus te conhece bem, e por ele te conhecer tão profundame...