segunda-feira, 7 de maio de 2018

# comportamento

Não seja refém do ódio



Perdoei sim, e oro todos os dias por aqueles que me fizeram mal um dia. Peço a Deus para abençoa-los e fazer com que eles prosperem muito. Não que eu seja super boazinha ou santa demais, até mesmo porque essa infeliz natureza humana nos tenta a ser covarde a cada minuto. Apenas aprendi que  não posso oferecer aquilo que eu não tenho dentro de mim,  RESSENTIMENTO. E que o meu coração precisa de espaços para receber do Senhor as alegrias do por vir.   

Talvez eles nem entendam minhas atitudes ou até me julguem por elas, mas eu aprendi que é melhor ser livre do que ser refém do ódio. É melhor ter passos leves a ter que carregar uma mala pesada todos os dias só para alimentar o meu ego ferido e inquieto, que é melhor eu me doar em amor e saber que eu estou fazendo o que Deus se agrada, do que bancar de gente certinha desagradando aquele que me abençoa com a vida.

 Não é fácil ter que engolir uma ofensa, mas pior do que isso é não ter paz. Lutar contra o NOSSO  próprio eu é difícil, porque somos levados muitas vezes a apontar os erros dos outros sem admitirmos que somos iguais, que somos humanos, que falhamos, que erramos, que julgamos, que ofendemos, que denegrimos, e isso realmente é um desastre na alma de quem não se permite fazer uma leitura do seu próprio coração. A balança do bem pesa mais, e a do amor verdadeiro também. São duas coisas que não se mendiga, não se rasteja e não se fica lambendo tapete de ninguém para se conquistar. 

A partir do momento que você perdoa alguém e pede perdão, independente do que ele te oferecer, sinta-se livre, sinta-se protegido, sinta-se amado(a) por aquele que realmente não te condena por nada. Já feri muita gente nessa vida e me retratei devidamente, como já fui ferida muitas vezes e perdoei como deveria. Fácil? Não. Simples? Mas preciso e liberta(dor). Principalmente quando decidimos ser cura ao invés de cutucarmos feridas alheias. 

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.