quinta-feira, 31 de maio de 2018

# Relacionamentos

Eu te aconselharia a não se envolver com quem acabou de sair de um namoro mal resolvido por vários motivos.


Uma história mal resolvida tem consequências futuras. Eu te aconselharia a não se envolver com quem acabou de sair de um namoro mal resolvido por vários motivos.

Primeiro: Tudo aquilo que fica pendente uma hora tem que se resolver, e, acredite você ou não a força da divida é perturbadora. Quando uma das partes se opõe ao término, é porque ainda há aquela pontinha de dúvida em ambos, com sinais de acertos ou confusões futuras. Você pode até ter um caso sério com essa pessoa que você acredita estar livre por um tempo, mas aquele outro alguém ao qual ele(a) por descuido ou crise deixou para trás continuará assombrando os seus dias. Tudo que fica inacabado deixa incertezas no ar. 

Segundo: Alguns até tentam um novo relacionamento acreditando que aquele pendente de ontem não era pra ser. Há pessoas que se sobressaem muito bem nisso, e até se superam. Mas há pessoas que além de mentirem pra si mesmo,  colocam em jogo um outro coração. Fazem da outra pessoa um refúgio pessoal, não mede as consequências, não acorda para a realidade, não compreende que estar com alguém só para esquecer outra é covardia. Não entende que plantar esperanças no coração de alguém pensando em outra também é uma forma de trair não só o outro mas a si mesmo, e ao seu próprio caráter. 

Terceiro: Todos nós precisamos de tempo para arrumar a casa. Ninguém ajeita a bagunça da noite para o dia. Ninguém resolve uma vida no estalar de dedos, Ninguém que constrói uma relação bacana com alguém, e depois sai sem despedidas coloca o THE END  na sua história. Principalmente aqueles namoros duradouros, cheios de planos, sonhos, e uma série de idealizações. Se envolver com alguém que ainda esta com aquela ferida aberta é servir de banda-id. Fica por um tempo como proteção, depois que a ferida cicatriza descarta. Me perdoe a sinceridade, mas essa é a realidade de uma pessoa que só terminou o namoro por cansaço, crise, ou incompreensões. De quem só deixou o outro por capricho emocional mesmo. 

Quarto: Você nunca vai poder culpar o outro por ter invadido a sua vida. A permissão foi sua, e a negligência também. Não estou dizendo que você entrou ciente na situação, mas quem cuida do nosso coração e da nossa paz abaixo de Deus somos nós. Se alguém bate em nossa porta, é obrigação nossa saber quem ele(a) é, e o que pretende em nossa casa,  antes de deixarmos entrar. Tem gente que com ou sem intenção chega para afrontar os nossos sentimentos, e por nos encontrar carentes e sem motivação nos sequestra, nos maltrata e depois nos abandona dizendo que não teve a intenção. E talvez esteja até dizendo a verdade, mas infelizmente nos envolvemos. 

O meu conselho pra você é: Se proteja, e tenha muito cuidado com o seu coração, e com aquilo que deseja para sua vida. Tem muita gente bacana por ai. Tem muita gente que é livre, com histórias bem resolvidas,  preparado(a) e disposto(a) a escrever uma nova história. Gente que acredita em recomeço e final feliz. Gente que sabe o que quer, que tem boas intenções e que te colocará como prioridade na vida dele(a), e não opção.  Gente que esta afim mesmo de um relacionamento sério, duradouro e talvez até dentro de um pra sempre bonito. Vai por mim, e se cuida ai viu. 

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.