segunda-feira, 23 de abril de 2018

# comportamento

Psiu, não somos perfeitos. Assim como as pessoas nos decepcionam, nós decepcionamos pessoas também.

Alguns distanciamentos me doeram demais, algumas perdas me fizeram chorar, alguns desafetos me feriram, e alguns acontecimentos me fizeram crescer. Não sei dizer ao certo o porque de muitas coisas, mas posso te afirmar que eu aprendi a ter mais prudência com quem esta a minha volta, a caminhar devagar, a não falar tudo que penso indevidamente, e a refletir em minhas atitudes sem culpar sempre o outro pelas coisas ruins que me aconteceram. Assim como as pessoas nos decepcionam, nós as decepcionamos também. 

Não somos perfeitos, e na maioria das vezes fazemos vistas grossas pra não termos que reconhecer que a falha foi nossa, que a ignorância foi nossa, que a meninice foi nossa também, e com isso afastamos de nós pessoas que nos foram muito queridas. Por outro lado, há aqueles que não fazem ideia do quanto significavam pra gente, e por uma insatisfação nos feriram impiedosamente também como se nunca tivessem nos conhecido, como se nunca tivessem nos sentido de maneira linda e sincera. 

A vida da gente é assim, essa inconstância de sentimentos, e com isso o amor, a fidelidade, o companheirismo, estão ficando escassos pela negligência de muitos em não se colocarem no lugar do outro quando necessário, em não se dispuserem a sentir o que outro esta sentindo, em não saberem resolver uma divergência sem criar nós, sem desfazer laços, sem maltratar corações. Dizem que conselho não é bom por ser gratuito, mas eu arrisco a te dar um porque nada de graça dói: jamais abandone amigos.

 Jamais deixe com que fofoquinhas, conversinhas, amarguras, ou decepções te afaste de pessoas que vale a pena. Jamais deixe de ouvir o outro quando algo não estiver indo bem. Sempre acreditei que o que é verdadeiro não acaba, que todos nós somos falhos, e que se queremos uma chance, temos que aprender a dar uma chance também a quem mesmo que tropeçando com a gente um dia nos quis muito bem.

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.