segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

# Minhas inspirações

Nessa vida, eu só conto com quem realmente posso contar, e não espero nada de quem nada tem para me doar.


Respondendo por mim, falando diretamente da minha pessoa, e respeitando quem pensa diferente, na vida real ou virtual, aprendi com tantos tombos que tive, a não expor o meu coração, a minha vida, os meus planos e sonhos pra todos. A não espalhar os meus fracassos e tristezas, a não me colocar no centro das atenções como vítima, ou como uma pessoa que precisa urgentemente de piedade para se sentir forte e cuidada, a não culpar a todos por um erro que cometi, ou por um erro que cometeram comigo.

Enfim, aprendi a ser seletiva, e prudente. É claro que tenho os meus contatinhos mais chegados, que realmente me abraçam quando eu preciso, mas eu também não sou pra todos. Isso não é egocentrismo, é proteção gerada através de muitas decepções superadas. 

Minha virada de ano não foi lá 100%( cem por cento), mas isso não me impediu de recomeçar diferente, não estragou a minha alegria de poder agradecer a Deus por tudo, não me fez lamentar aos quatro cantos o quanto eu estava ferida, pelo contrário, me fez olhar a minha volta e perceber o quanto eu era importante,  o quanto eu precisava me priorizar, e deixar para trás o que realmente não me colocava pra frente ( mágoas, ressentimentos, falta de perdão e desamor). 

Sou humana, assim como você tenho problemas, coisas mal resolvidas, desacertos, dias difíceis e pessoas difíceis ao meu redor também. Encaro minhas guerras internas, faço valer o cuidado do Senhor com a minha vida, conto com quem realmente posso contar, e não espero nada de quem nada tem pra me doar. 

Dei essa volta toda só para te dizer que a vida da gente é uma roda gigante sim, dá muitas voltas, faz muitas paradas, balança a gente de um lado a outro, mas não se esqueçam: ela sempre nos coloca no mesmo lugar, mas com uma experiência nova, e de um jeito totalmente diferente do que muitos imaginaram quando nos viram embarcar. Não tenho medo de seguir. Tenho fé em Deus, e quer saber? Admiro demais essa mulher que me tornei, ops, que Ele me tornou. 

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.