terça-feira, 2 de janeiro de 2018

# comportamento

Cuidado com as suas palavras! O nunca mais costuma ter mais força no coração de quem o recebe, do que nos lábios de quem o pronuncia.


Eu sou muito mulher para ir ao encontro de quem eu deixei para trás por orgulho, imaturidade, falta de respeito, zelo, cuidado, valor e amor da minha parte. Sou capaz de ir atrás, pedir perdão e me retratar. Acredito que isso faz parte do bom caráter de uma pessoa que sabe muito bem que errar é humano, mas permanecer no erro se achando a dona da razão, ferindo gratuitamente os outros é tolice, não agrada a Deus e não nos leva a lugar algum. 

Mas sou um pouco irredutível (sendo moldada rs) quando alguém decide por covardia, ingratidão, orgulho e falta de amor me deixar para trás com o bem(dito) na minha cara  "nunca mais me procure". E, sou um tanto profunda quando digo, o seu "nunca mais" tem muita força, e costumo dizer que ele tem mais força no coração de quem o recebe, do que nos lábios de quem o pronuncia. 

A questão não é que o meu coração é de pedra, pelo contrário, é por ele ter sentimentos verdadeiros, e, por ser insistente e cuidadosa com quem ele ama, que certas atitudes, certas palavras, certos comportamentos chegam como flecha, acionando o meu amor próprio e dizendo: você precisa se cuidar. 

Não fui sempre assim, não se enganem. Já corri muito atrás de quem não merecia, já fiz de um tudo porque quem não fez nada por mim, já rastejei sim, e confesso: Não me arrependo, colhi, e ainda colho muitos frutos bons por isso, mas, aprendi com a vida que as vezes precisamos deixar pra lá o que/quem nos machuca e olharmos para o que está a nossa frente que depende muito da nossa coragem, força de vontade e respeito próprio.

 Não digo que devemos ofender, prejudicar, abrir mão,  ou não perdoar, até mesmo porque a diferença se faz é doando o  melhor que a gente tem, é perdoando sim, é desejando que o outro se dê bem, mas, a nossa alma pede paradas obrigatórias, e, por mais que a gente queira que o outro fique (em todo e qualquer relacionamento afetivo), ninguém é feliz invadindo um coração que não lhe cabe . 

Isso aperta, é desconfortável, e muito cansativo também. Fique bem...Deus te conhece melhor do que ninguém. Basta! Quanto ao nunca mais, só se lembre que do amanhã nada sabemos. 

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.