sábado, 9 de dezembro de 2017

# comportamento

Não seja juíz sob a vida de ninguém.


Ninguém sabe o que o outro passa em seus dias difíceis, com a sua família ou no seu dia a dia. Ninguém faz ideia dos seus sentimentos, das suas frustrações, das decepções que passa, dos nãos que a vida já lhe deu, das dores que carregam por uma perda, por uma dificuldade que não pode ser exposta, das incertezas que martelam o seu coração, nem do peso das suas responsabilidades, e este é um dos inúmeros motivos que não devemos julgar  ninguém, que não devemos apontar dedos, falar do que não sabemos, sermos formadores de opiniões insensatas, ou espalharmos coisas que nem sequer sabemos o fundamento. 

Nem tudo nessa vida podemos olhar a maneira de todo mundo e nos acharmos no direito de matar a autoestima de uma pessoa por um erro. O pior ser humano é aquele que também tem problemas e limitações, que também erra, que também decepciona os outros, mas não consegue ter misericórdia, respeito e amor pelo outro, que não consegue seguir em frente sem tirar uma lasquinha de sua ferida, que não consegue ter coração.

A questão de você plantar uma boa semente na vida, independente do mal que te fazem, tem muito a ver com alma decorada, porque tudo que plantamos, um dia cresce, algumas como frutos, outras como árvores frondosas, e ambas moldando o nosso caráter, e aperfeiçoando os nossos sonhos. Nada é em vão quando aprendemos com Deus o valor que o outro tem, mesmo que ele nos entristeça as vezes. Isto é ser diferente...

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.