terça-feira, 4 de abril de 2017

# Relacionamentos

Um coração que sofre indiferença, um dia se ausenta


Acredito que são poucos que querem ver o bonitinho da relação, quem esta afim de um romance verdadeiro  quer intensidade, respeito, quer que as coisas aconteçam pela naturalidade dos sentimentos, quer que a falta seja sentida, que o telefone toque e uma palavra bonita seja pronunciada, que um convite inesperado seja feito, que algo surpreendente aconteça pela liberdade do amor. 

É maravilhoso estar com alguém que não nos cobre tanto, mas que saiba nos entender formidavelmente, que nos dê a sensação de cuidado e proteção, que realmente demonstre o quanto a gente é importante e o quanto podemos nos construir e reconstruir quando há aquele caminho chamado reciprocidade.

Pensar junto, sonhar junto, caminhar junto, viver junto a intensidade do sentimento é primordial no relacionamento, e principalmente se entenderem juntos sem que um passe na frente do outro esmagando a beleza do diálogo, da concordância, do respeito e da troca de conhecimentos também.

Não, ninguém precisa perder para dar valor, nem passar por uma crise para reconhecer o quanto o outro é importante em sua vida, o que muitos precisam é acordar para o amor de verdade, é conhecer a necessidade do outro. 

É saber que aquela pessoa que esta do seu lado necessita do seu tempo, da sua atenção, da sua compreensão, da sua presença, do seu ombro amigo. Sabe porque muitos relacionamentos se esfriam?! Pelo costume, e pela tamanha segurança que o outro carrega quando pensa que não precisa fazer mais nada para conquistar aquela pessoa, o tal pensar que o outro já esta nas mãos, e não é bem assim.

 Por mais intenso que seja o amor, um coração precisa ser cuidado e motivado todos os dias. Rotinas cansam, hábitos cansam, e quanto mais você prioriza suas ocupações e obrigações, mais distante você fica daquilo que realmente deveria ter importância em sua vida.

Quer um conselho? Abre o seu olho, o que você deixa de fazer por quem te ama, a tristeza faz em seu lugar, o que você deixa de oferecer, a indiferença oferece em seu lugar. O tempo que você deixa de cuidar é o mesmo que te faz perder o que o outro sempre esperou de você, o amor e a presença. Um coração que sofre indiferença, um dia se ausenta. 

Cecilia Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.