/
1 Comentários

Ninguém que quebra a cara em um dia acorda do mesmo jeito no outro, por mais que queira a dor não deixa, a ferida arde e as lembranças as tocam repetidas vezes. Eu queria dizer o contrário mas não dá para enganar o coração, não da para camuflar uma decepção, não tem como a gente fingir que nada aconteceu quando nos encaramos no espelho, e até que os ossos(sentimentos) cheguem no lugar o processo de reconstrução é demorado. 

A confiança é uma caixinha que protege o amor,  que fortalece os bons relacionamentos, que faz com que amizades bonitas floresçam, com que duas pessoas que se amam tenham segurança naquilo que se oferecem e uma vez quebrada a distância fica maior e as chances de reconciliação são pequenas. 

Porém, eu jamais vou dizer que eu não perdoaria uma traição, até mesmo porque já perdoei, e embora não ter tido sucesso, eu tive a alma liberta de um peso que não sei explicar e  não me arrependo do que fiz, não me arrependo de ter dado mais uma chance, não me arrependo de ter me permitido, porque perdoar é se cuidar, não quer dizer que tudo será como antes, talvez não seja, mas a alam da gente sempre irá nos agradecer. 

Há quem diga que não, por ser uma escolha, concordo, quem trai sabe o que esta fazendo e tem consciência das consequências, assim como quem comete outros erros, outros deslizes que ninguém vê, que ninguém sabe, o tal "o melhor se faz em off, mas ninguém merece passar uma vida inteira sendo culpado pelos desacertos que já cometeu, e se houver um arrependimento sincero, o que é raríssimo, se houver uma oportunidade de recomeço, isso cabe a quem foi traído decidir e não a quem esta de fora da situação. 

Há casos e casos, que devem ser analisados, pensados, resolvidos com sensatez. Certas decisões em um relacionamento são complicadas e requer da gente muito mais que um simples "sim, ou não, requer segurança, responsabilidade, certezas, e um coração  disposto a ser trabalhado sem viver remexendo no passado. Particularmente digo que uma traição dói sim e muito, mas o orgulho e o ressentimento machuca também, e muito. 

Que Deus te dê a direção certa e que as coisas se ajeitem pra você de uma maneira correta e sem pesos, frustrações, julgamentos ou acusações. Cada um sabe o que guarda dentro de si e o que lhe faz bem também...

Cecilia Sfalsin


Leia também

Ninguém que quebra a cara em um dia acorda do mesmo jeito no outro, por mais que queira a dor não deixa, a ferida arde e as lembranças ...

Um comentário:

  1. Cada um é senhor de suas escolhas, usufrutuário dos ônus e bônus delas. Aprender a perdoar, é perceber que tudo e todos passam, demorar ressentimentos e dissabores na alma, é envenenar o coração, encarcerando o espírito na província do que se foi, ou deveria já ter ido.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.