/
8 Comentários

Não sou diferente de ninguém e vez em quando tenho que contar até dez pra não falar certas verdades pra quem mereça, é como se a gente batesse o dedinho do pé na quina da mesa, fizesse aquela cara bem feia  e depois soltasse um grito bem alto de tanto que doeu, mas já consegui ser pior, já fui impulsiva, já fui desaforada, já fui daquelas de querer bater de frente com quem se achava superior a mim em suas arrogâncias, mas nada consegui com isto, a não ser uma consciência pesada por não ter pensado antes de falar ou agir, por não ter me preservado do mal que só prejudicou a mim. 



Hoje realmente sou mais tranquila, tento resolver certas insatisfações da melhor maneira possível, perdoo quantas vezes forem necessário, porque sei que também sou falha, e procuro levar a  vida de maneira leve, guardando sempre o meu coração de mágoas e ressentimentos. Há quem diga que nem sempre é bom se calar, mas eu sou prova viva de que o nosso silêncio  na maioria das vezes nos faz descansar nas verdades do nosso coração, nos faz observar mais aqueles que um dia estendemos as nossas mãos e que por se acharem super demais nos fizeram conhecer o chão.



Psiu...perder tempo se importando com a maldade não compensa, e pratica-la também não, então te  deixo o meu breve conselho: Entre você revidar uma ofensa, tirar satisfações com quem falou mal de você, ou se vingar de quem te decepcionou, escolha a sua paz, o seu bem estar com você e com Deus. 



Não há maldição que prospere onde o amor é plantado, não há difamação que ganhe força na vida de quem já foi abençoado. Quem nasceu pra triunfar, ainda que o derrubem, Deus sempre o faz se levantar... Ele sempre o coloca de pé, Ele sempre o faz se continuar. Deus é Deus e todos nós sabemos que outro igual não há.


Leia também

Não sou diferente de ninguém e vez em quando tenho que contar até dez pra não falar certas verdades pra quem mereça, é como se a gente ...

8 comentários:

  1. Puxa, Cecília, você além de se expressar com sensibilidade que toca o coração da gente, sempre tem como mensagem que se pode ser melhor, que não é preciso se defender, basta esperar e ter fé. Suas palavras são importantes para mim. São não só inspiradas, são tão reais, tão concretas, tão vividas. Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Cecilia querida, nossa, parece que vc me conhecia quando escreveu esta postagem, é tão eu isso que vc escreveu. Amo tudo o que vc escreve. Deus te abençoe querida!

    ResponderExcluir
  3. Eu preciso aprender muitoooo com vc!
    Sou estouradinha,pavio curto como diz o ditado! Em muitas ocasiões poderia usar meu silêncio ou simplesme me afastar de certas pessoas ou situações para me preservar, porém não é o que faço! Preciso aprender!

    ResponderExcluir
  4. Eu preciso aprender muitoooo com vc!
    Sou estouradinha,pavio curto como diz o ditado! Em muitas ocasiões poderia usar meu silêncio ou simplesme me afastar de certas pessoas ou situações para me preservar, porém não é o que faço! Preciso aprender!

    ResponderExcluir
  5. Nossa suas palavras acaletam meu coração, parece que vc advinha o que realmente estou sentindo. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa suas palavras acaletam meu coração, parece que vc advinha o que realmente estou sentindo. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  7. Estou aprendendo muito com você, Cecília, a sua fé me toca a alma e, tento mudar, aplicar o que tão sabiamente transmite... Minha mãe se enforcou calada, quase me matei, Deus me libertou e salvou, hoje vivo para agradecer a Deus e tentar chegar à mulher que é torturada e sofre calada, para que denuncie, não se cale e nem se mate!
    Gratidão, mais um texto que será publicado, Deus te abençoe!
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.