/
24 Comentários
Não sei se estou meio que caminhando para traz ou se a minha visão é a mais atualizada possível, sei lá , não me importa em que sentido fica , o que não quero é ter que aceitar certas ironias que tentam definir o amor . Não sou e nem quero ser a metade de ninguém , me entrego por inteira sem ter que ficar com minha outra metade vagando por ai,  não me fiz de sentimentos para completar o vazio dos outros, e sim para ocupar o meu lugar no coração que foi preparado para mim..Sou intensa, sou completa, sou real, busco muito mais que sonhos, e esta bagagem que carrego não cabe em lugar pequeno , não se mistura  , necessita de um lugar inteiro e único. Também não sou tampa de panela, me encaixo no que me acompanha,  os ponteiros do meu relógio são ligeiros  para eu ter que passar uma vida toda curando feridas ,  se o que quero é passar os melhores dias que tenho  amando, cuidando, protegendo,  vivendo .Confesso: meu coração tem urgência. Não quero me sentir como o prato mais saboroso do dia e ser chamada de "gostosa" , tenho sede de afagos, carinho, palavras que me elevam, que me fazem  sentir como uma lady sendo cortejada pelo seu príncipe , tenho essência, tenho beleza, tenho virtudes. Talvez exagerei nestes detalhes tão atuais nos dias de hoje, mas acredito que amar alguém é junção de dois corpos , dois corações, duas almas, que unificados se acrescentam e transbordam em sentimentos...Sou inteira e me entrego por inteira também

acha que exagerei? 

Cecília Sfalsin


Leia também

Não sei se estou meio que caminhando para traz ou se a minha visão é a mais atualizada possível, sei lá , não me importa em que sentido fica...

24 comentários:

  1. Exagero nada!
    Tens todo o direito de escolher o melhor.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Nestor,

      Este é nosso direito de escolha perfeito não é verdade? rs

      Abraços e obrigada

      Excluir
  2. gostei muito do post. nem sei falar de amor, acho muito complexo, mas tuas colocações estão muito boas. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jeanne,

      Realmente o amor tem vagas definições embora muito falado, mas pouco sentido pelo ser humano..

      Beijos e obrigada

      Excluir
  3. Digo que isto não é ironia e sim sabedoria...
    Beijinhos amiga. Estava ausente, mas estou chegando novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também suspeito de uma leve sabedoria da mulher que se valoriza...

      Beijos Malu e obrigada

      Excluir
  4. Não exagerou em nada, querida.
    No amor não são duas metades que se encontram, mas sim dois inteiros que se completam.
    Bom fim de semana...Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sábias e lindas palavra Duh

      Dois inteiros que se completam, perfeita colocação..

      Beijos e obrigada

      Excluir
  5. Exagero seria se confortar com metade... você está certa, Ceci! *-*"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho Barbie,

      Nos entregarmos ao que nada no soma é repugnante..

      Beijos e obrigada

      Excluir
  6. Não foi exagerada, apenas mostrou-se em alma desnuda. O amor comporta inúmeras reflexões, contestações, divagações... Ah, o amor!

    Beijo, menina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah o amor Doce Milene,

      Nos transporta para um mundo nosso, com direitos que só nossos sentimentos poderão reivindica lo...

      Beijos Flor

      Excluir
  7. Olá minha querida amiga Cecilia, boa noite!!!
    Concordo contigo minha amiga, ficou perfeito, adorei!!!
    Amor tem que ser por inteiro, tem que se doar por inteiro e receber por inteiro, caso contrário será apenas sofrimento... o amor só se completa com doação bilateral... "A medida do amor é amar sem medida." (Victor Hugo) O amor não pode nos tirar nada, apenas acrescentar e somar... o amor só é bom, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.... Valeu minha amiga!!!
    Tenha uma linda noite e um maravilhoso final de semana!!!
    Abraços com carinho e muita paz!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Du,

      Meu amigo sábias palavras, perfeitas.

      Amor tem que ser por inteiro, e a citação de victor Hugo complementou com grande estilo. O amor acrescenta, renova, transborda...é nisto que devemos acreditar...

      Abraços e obrigada

      Excluir
  8. Não exagerou de forma alguma, Cecília! Concordo com você! Bom fim de semana! :) bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Sérgio , Saber que em nada exagerei,rsrs

      Beijos e obrigada

      Excluir
  9. Uma ironia do amor, relatada com a sabedoria do sentimento oculto, ou não ...
    Mas, quem sou eu pra falar de algo, que sò o coração vê ;)

    Lindooooooooo, amiga .

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU meu lindo amigo Live,

      O coração tem uma visão de águia, e nos fala com maestria e de forma silenciosa, principalmente quando temos amor próprio e buscamos por aquilo que venha somar em nossa vida.

      Beijos e obrigadaaaaaaaaaaa

      Excluir
  10. Un placer leerte, impecable post!
    Te dejo un fuerte abrazo, feliz domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prazer sempre será meu em recebê la por aqui Cristina,
      Muito obrigada pelo carinho..

      Beijos

      Excluir
  11. Nessa noite e sabado venho te visitar
    e deixar um abraço pelo carinho de sempre
    Gosto de ver o que de bom vc posta,parabéns
    Nada de exagero achei legal mesmo
    Abraços
    Rita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Rita,

      Obrigada querida pelo carinho de Sempre,
      Tenhas uma preciosa semana

      Beijos

      Excluir
  12. Ceci, minha querida amiga!

    Achei louvável a sua ironia sobre o amor! É interessante que não pensamos muito sobre conceitos que se arrastam há tanto tempo, como "metade da laranja", "tampa da panela", etc.
    Se formos ver bem, o amor não completa ninguém, se essa pessoa estiver vazia! Quando nos anulamos em prol de quem quer que seja, o tanto de nós que poderia ser melhorado, aperfeiçoado, diminui ou some de vez...
    Alguém que nos transborde... Maravilhosa conceituação que busco e seu artigo traz com total eficácia! Que nos completemos, para que o outro apenas endosse o que já está assentado no seu devido lugar; amar a nós mesmos primeiros para depois amarmos alguém!
    Que sejamos melhores a cada dia para que mereçamos amar e sermos amados! Que procuremos, ao invés de almas gêmeas incompletas, almas gêmeas que assim sejam chamadas por serem pessoas já realizadas em suas metas de vida pessoais!...

    Fantástico artigo como sempre, Cecizinha!
    Adorei, amiga!!!!

    Beijos da Mary:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha Belíssima amiga,

      Seu comentário complementa sabiamente o post..
      Se todos começassem a se valorizar mais com certeza não admitiriam ser metade, ou ter a metade de alguém, e sim viver o amor por inteiro, sem hipocrisias...Buscariam alguém que o transborde, some, que acrescente sem ter que ficar com uma metade sem vida, vagando em meio as frustrações . Que amemos a nós mesmo em primeiro lugar, pois só assim faremos uma bela escolha..
      E encontraremos um alguém que realmente nos satisfará...

      Beijos minha amiga querida e obrigada

      Excluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.