/
11 Comentários
Descobriste o amor no preciso momento 
em que para ti ficou claro 
que não tinhas de mudar o mundo
 mas evitar que ele , o mundo, 
se deteriorasse mais ainda. 
Este aparente recuo na tua insegurança,
ambição ou arrogância fez com que reconheces 
ao outro uma igualdade que,
algures te escapara. 
E foi também esse o instante em que 
abandonaste o medo
de que o mundo te mudasse a ti e conseguiste,
 por fim, entre uma lágrima e um sorriso
tocar o outro.

(José Sousa)



Um texto poético com sabor de sentimento recheado de amor,
um encontro, uma entrega, uma descoberta, escrito por José Sousa do Blog (Isto de ser humano)  ao qual me deu a honra de abrilhantar o Fases de quem ama com suas preciosas pérolas




Leia também

Descobriste o amor no preciso momento  em que para ti ficou claro  que não tinhas de mudar o mundo  mas evitar que ele , o mundo,  se deteri...

11 comentários:

  1. Oi Cecília,
    Gostei do texto do querido amigo José.
    Gostei que tenha compartilhado.
    Marcado com G+
    Bom início de semana.
    Beijo querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Beth,

      Que honra tê la por aqui, a prestigiar as preciosas palavras do José que foram lindas e incontestáveis em relação ao amor...

      Te agradeço por marcar no G +

      Beijos doces e um maravilhoso dia pra você..

      Excluir
  2. Bom dia linda!
    Que poema lindo eu adorei...vou copiar e colocar em meu caderno virtual de poesias...beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei minha linda amiga,

      Fique a vontade em espalhar lindas pérolas...

      bjs e obrigada

      Excluir
  3. Resiliência...
    Muitos pelas decepções de fracassadas experiências ,vivem somente dos maus momentos e fazem do coração um sítio arqueológico inóspito desta benção que é amar e ser amado.Tornam-se negativistas e veem a vida com amarguras.vejo muitos que se definem nesta palavrapor terem se tornados resistentes,porém,frios. Esta não é uma simples palavra,esta é uma palavra que quando exercida pelo ser humano se torna o seu poder máximo de superação e o nosso ressurgir das piores crises e somente assim possamos enterrar somente os maus momentos de um relação e dar oportunidades novamente o que a vida tem de mais divino:o amor!Resistir é martirizar-se em vão.
    Sem culpas,a busca da plena felicidade,a festa dos sentidos...todos nós merecemos o amor e nosso dever sempre alimentá-lo,na busca e no encontro maravilhoso de duas pessoas que se complementam...princesinha!
    bjocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tutank meu amado,

      O amor é a descoberta entre duas pessoas que não tem definição exata e nem se explica a força de tal sentimento, embora seja confundido e deturpado por muitos...são sensações gostosas e livres que não tem como dois corações resistirem , a entrega é fundamental ao qual se revelará ao longo da convivência...

      Beijos meu querido, um bom dia pra ti com sabor de uma deliciosa saudade...

      Excluir
  4. olá guria
    muito lindo o poema é uma descoberta
    grata pela partilha

    bjim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Juci,

      Que delicia você aqui,
      Fico feliz que tenha gostado,

      Beijos e obrigada

      Excluir
  5. Querida Cecília,que presente!

    Quando a poetisa do amor encontra-se com o poeta da vida, nossa tela fica reluzente de tanto brilho.

    Uma perfeita combinação, duas sensibilidades que tanto me encantam, juntas em um mesmo espaço.

    Parabéns, José, poeta querido.
    Parabéns, Cecília, poetisa querida.

    Beijos aos dois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum ,
      Minha admirável amiga,

      Eu amei esta linda obra do José que com carinho se inspirou no amor e presenteou o Fases de quem ama com um carinho sincero....Esta linda e indiscutível sensação do amor que ele tão delicadamente descreveu em suas linhas. Espero que você também me conceda esta honra...

      Querida como sempre e não preciso dizer muito obrigada pela sinceridade e carinho que vem direto do seu coração....

      Beijos

      Excluir
  6. Olá Cecília, bom dia. Reconheço que não contava marcar presença neste teu Post pois as minhas relações pessoais com o autor deste texto têm-se vindo a deteriorar ao longo dos anos. Mas várias coisas fizeram-me mudar de ideias: O excepcional comentário do Faraó de todos os egípcios e as generosas palavras que as minhas queridas Beth e Van fazem o favor de me dirigir. Obrigado a ambas e um beijo quer para elas quer para ti. Cecília, a sério, vê lá se refinas um pouco mais os teus gostos poéticos. Um sorriso.

    ResponderExcluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.