/
14 Comentários
Hoje sinto me livre, a vaguear em um céu sem estrelas,
em busca do meu brilho próprio,
soltei as amarras,puxei as âncoras, levantei as velas
me encorajei nos meus sonhos e me pus em mar alto,
águas mansas, tranqüilas que me levaram em direção ao sol,
no meu mar onde as ondas me instigaram a sorrir,
e o leve balançar do vento me induziu a pensar,
navegando para onde não sei,
mas certa que estavas a me esperar,
fazendo do meu mundo o seu habitar,
e do meu coração o seu dono, 
cheguei ao teu porto, sentindo a fortaleza do teu chão,
driblando a maré que me conduzia, ao incerto, ao infinito,
me desprendendo da solidão que outrora  me acompanhava,
e pisando em terras que eu jamais imaginara,
atravessei o oceano por ti....
e ao teu lado eu fui , eu sou 
e serei sempre feliz...

Cecília Sfalsin




Leia também

Hoje sinto me livre, a vaguear em um céu sem estrelas, em busca do meu brilho próprio, soltei as amarras,puxei as âncoras, levantei as velas...

14 comentários:

  1. Oi, Cecília, lindo texto...casa muito bem com um post que eu preparei para amanhã, mas o meu falará de saudades. Quando amamos de verdade atravessamos oceanos, não há distância que se torne barreira contundente. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Bia,

      Acredito que a distância passa ser apenas mais uma prova a ser vencida em nome do amor verdadeiro...

      Beijos

      Excluir
  2. Você, cada vez mais emocionante, Cecizinha!

    Acho que já falei, mas vale repetir, que amo metáforas! Sua analogia do amor e o mar, com seu conteúdo inconstante, ambos sempre um mistério, me tocou imensamente...
    Navegando mar afora, sentindo-nos livres para sermos quem quisermos, é mágico encontrar o amor assim, entre a tormenta e a calmaria, relaxados na imensidão de apenas ser!...

    Lindo e inspirador, Ceci!

    Adoro seus escritos, você já sabe!!!!

    Beijos da Mary pra ti! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha belíssima e estimada amiga,

      Ja falou sim, rsrs,

      O mar é infinito, o amor também, embora vivemos em uma procura pelo que é verdadeiro , sempre estaremos encontrando o incerto, mas as buscas não cessam, e o mar em sua imensidão nos leva sempre a algum lugar , em terra firme, só precisamos a coragem de puxar âncoras e levantar as velas , sentindo a liberdade do vento, vencendo as tempestades que poderão vir e abraçar a calmaria quando se aproximar do que almejamos....o amor tem destas fases..

      Beijos Mary, e um afetuoso abraços de quem muito te admira...

      Excluir
  3. Oi querida amiga!
    Lindo texto e oque se nota e se prova é que mesmo diante de muitos obstáculos todo o esforço, toda a luta e tempestades, se tem a recompensa esperada, e a alegria de dizer: VALEU A PENA!
    Esse sentimento é único e verdadeiro e você alcançou os objetivos esperados, atravessando as tempestades do destino!

    Fique com Deus..tenha uma linda noite!

    Beijinhus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rogério meu querido amigo,

      Bom dia,

      O amor é no balanço do vento , em meio ao mar alto, sobre o balanço das ondas, sobre a fúria das tempestades sobre o mover do tempo , em todas as circunstâncias se mostra a força que ele tem. Um sentimento único e verdadeiro que nos transforma no melhor que somos....

      Beijos e obrigada pelo carinho

      Excluir
  4. Oi Cecilia... adoro a analogia do amor com o mar... o amor é tão grande, misterioso e envolvente como o mar... e este amor que você acalanta com tanto carinho é muito gostoso de ler....
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Valéria,

      Um sentimento que não se finda na atitude humana, é imenso e capaz de enfrentar tempestade para continuar existindo. O amor tem um poder transformador, e ao mesmo tempo tempestuoso como o mar em fúria , mas envolvente e intenso quando se é verdadeiro...

      Beijos e obriga por prestigiar....:)

      Excluir
  5. Oi Valéria, que lindo!

    Que irresistível convite àqueles que possuem algo a oferecer.

    Desejo que os mistérios se realizem, se encontrem e se desvendem mutuamente.

    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola minha amiga,

      Com certeza depois da tempestade vem a bonança e o reencontro esperado se torna uma vitória sobre o mar revolto.....

      Beijos e obrigada sempre pelo carinho

      Excluir
  6. Oi Cecilia,
    Bela travessia...
    Beijo querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Beth,

      Bom dia,

      Esta é a travessia do poder transformador e acolhedor....

      beijos e obrigada

      Excluir
  7. Querida Cecilia,

    Eu já atravessei oceanos... de sentimentos e contradições.

    Algumas vezes foi tao facil, o porto tao seguro, outras, enfrentei mar revolto. Isso nao vale a pena.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha linda e querida amiga,

      Imagino quantas travessias você ja fez mediante ao pouco que conheço de você..e quantas turbulência ja enfrentou em alto mar ,mas ainda acredito que tem uma ilha logo a frente...:)

      bjs

      Excluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.