terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

# ausencia

Ausência tua

São nestas vastas palavras,
que rasgo minha alma.
Em madrugadas frias , 
que meu coração se acalma,
me contento, com uma vírgula,
me completo com parágrafos,
digito meus sentimentos, 
descrevo me em lamentos,
lembro me de palavras sussurradas,
trazidas  pelo vento,
que aos poucos viajam em minha memória,
me corroendo por dentro,
sentindo meu peito ardendo,
aos poucos vou te descrevendo,
em meus versos, em meus poemas,
a tua ausência vou vivendo...

Quero você aqui 

Cecília Sfalsin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.