sábado, 5 de novembro de 2011

# Minhas inspirações

Pensei que meu coração me entendesse

Pensei que meu coração me entendesse, e por um tempo se 

calou, alegrei me ao pensar que estava livre do gostar,do

 amar, do se apaixonar, quando de repente me vejo perdida

 em sentimentos incontroláveis, vontades, desejos,saudades,

percebo que ele não me entendeu, apenas adormeceu no 

tempo e não me avisou que iria despertar...

(Cecilia sfalsin)

5 comentários:

  1. Cecilia
    o nosso coração tem a mania de nos enganar sempre! Bela poesia abraços.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Minha querida

    Entre o coração e a razão, há por vezes um caminho imenso.

    Deixo um beijinho com carinho, desejando um bom Domingo.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Olá Cecília, que lindo esse poema!
    Despertou porque entendeu que era tempo de amar.


    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá minha querida amiga Cecilia, boa tarde!!!
    Minha amiga, esse departamento tem vida própria, em matéria de sentimentos não podemos legislar, o coração tem vontade própria, faz sempre o que quer na hora que escolhe, ele tem vontade própria e não nos consulta...
    Parabéns pela excelente poesia, adorei minha amiga!!!
    Tenha um lindo e abençoado domingo!!!
    Abraços com carinho e muita paz!!!

    ResponderExcluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.