segunda-feira, 26 de setembro de 2011

# Minhas inspirações

Detalhes do meu ser

Em meio a devaneios da alma,
sai em busca de respostas,
que traduzissem meus sentimentos,
e aliviassem a minha dor,,,
deixei me levar pela razão,
sem me enganar pela emoção,
 percebi que a vida é feita de decisões,
meio termos não existe,
mais ou menos não define,
talvez não responde a nada,
que somos os escritores da nossa vida,
que a estrada que trilhamos não anda em linha reta,
e que corremos o risco de perder no caminho,
perder a paciência,perder valores,perder pessoas,
perder sentimentos,
mas jamais nos perder de nós mesmos,
e que depois de tantas perdas,tantas decepções,
fica em mim o que é sensato,verdadeiro e real,
que eu posso viajar nos meus sonhos,
que não sou totalmente certa ou errada,
mas sou diferente,
que certas mudanças são necessárias para dar sentido a vida,
descobri que a felicidade mora ao lado,
e que dentro de mim tem algo interessante acontecendo,
e como disse Mario Quintana,

"E se o que tanto buscas só existe em tua límpida loucura – que importa?
Isso, exatamente isso, é o teu diamante mais puro"

Cecilia sfalsin

2 comentários:

  1. Olá minha querida amiga Cecilia!!!
    Que lindo texto minha amiga, adorei!!!
    É exatamente isso minha amiga, somos os escritores de nossas vidas e neste livro não podemos deixar nenhuma página em branco... a vida está ai e temos que viver da melhor maneira possível!!!
    Parabéns pela excelente postagem, valeu!!!
    Tenha um lindo e abençoado dia!!!
    Abraços e muita paz!!!

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo,

    Com certeza, viver o máximo com intensidade,, escrevendo nossa própria história tomando nossas próprias decisões.

    Abraços e obrigada por participar

    ResponderExcluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Copyright

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98 e violá-los é crime. Ao copiar textos atribua os créditos.