/
6 Comentários

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções
irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado
do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter
tido junto e não tivemos,por todos os shows e livros e silêncios que
gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas
as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um
amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os
momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas
angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma
pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez
companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.
Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento,perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional...

Carlos Drummond de Andrade


Leia também

Definitivo, como tudo o que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram. Sofre...

6 comentários:

  1. " A dor é inevitável,
    O sofrimento, opcional..."
    Sim, minha linda Ciça, é uma verdade!
    Quanto mais vivemos, mais devemos aprender que coisas ruins sempre acontecerão e quanto maior o tempo que lhe dermos importância, maior será o despedaçar de nossas almas...
    Por isso, não podemos evitar os percalços, mas podemos sim evitar que os mesmos se transformem em chagas, ao invés de meros arranhões.
    Nenhum presente é maior que a vida, portanto, nenhum mal pode subjugar tal presente!

    Um grande beijo em seu coração, Linda Menina!

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida amiga Cecilia!!!
    Minha amiga, maravilhoso texto de Drummond, bela escolha, adorei!!!
    Realmente minha amiga, isso é definitivo, as coisas são muito simples, nós os humanos é que complicamos tudo com nosso egoísmo, nosso ego complica nossa vida a todo momento.
    Parabéns pela excelente postagem, valeu!!!
    Tenha um excelente domingo, regado com muita paz e alegrias!!!
    Abraços e muita luz em seu caminho!!!

    ResponderExcluir
  3. Cecilia,
    seu blog é mui lindo!
    Adorei tua postagem
    amiga
    ;)

    ResponderExcluir
  4. Ei Cigano, obrigada por enriquecer com teu comentário,e algo neste texto me chama atenção relação a sofrermos por sonhos não realizados.Muitas vezes dando importância aquilo que não aconteceu e menosprezando o que de bom que já aconteceu, vivendo do passado enquanto o presente caminha para novas realizações.

    Beijos e obrigada sempre

    ResponderExcluir
  5. Ei Du,

    Sempre tenho que agradecer o carinho e atenção,sim isto é uma verdade as complicações vem porque nós a buscamos,sofremos pelo que não tivemos e esquecemos de viver aquilo que temos, o momento, a vontade, a vida..viver e preciso,as oportunidades passam, temos que aproveitá la...

    Abraços meu amigo e obrigada

    ResponderExcluir
  6. EI Edilene,

    Obrigada minha querida e sja bem vinda sempre

    ResponderExcluir

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.