/
0 Comentários

Enquanto uma noite de sono é tão aguardada por alguns após um longo dia de trabalho, para outros é sinônimo de problema. Exatamente por isso, pesquisa conduzida pela psicóloga inglesa Donna Dawson apontou que de cada 100 casais 25 dormem em camas separadas devido a problemas noturnos.
Segundo a versão eletrônica do jornal Daily Mail, pesquisa apontou que o ronco é o principal problema, e um terço dos casais não consegue dormir com o barulho produzido pelo parceiro. O ronco é provocado pela vibração de alguns tecidos por onde o ar passa quando respiramos. Entre os motivos do ruído estão predisposição na idade adulta, obesidade, sedentarismo e flacidez na garganta. "O ronco é o caminho mais rápido para matar o romance e a paixão em um relacionamento", diz Donna, especialista em relacionamentos.
Aqueles que resolvem permanecer na cama acabam perdendo cerca de 70 minutos de sono por noite. Isso equivale a mais do que oito horas por semana. Outros problemas, como resmungar e gemer, incomodam quase metade dos casais. "Não é só o parceiro que sofre, mas o cansaço e o ressentimento afetam o desejo sexual do casal e até mesmo a comunicação entre eles", disse a psicóloga

http://mulher.terra.com.br/noticias
fonte:
.


Leia também

Enquanto uma noite de sono é tão aguardada por alguns após um longo dia de trabalho, para outros é sinônimo de problema. Exatamente por iss...

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.