/
0 Comentários

Sempre que pensamos em alguém mal humorado, lembramos de uma pessoa que está sempre no negativo, destacando apenas os aspectos ruins da vida. Ela nunca está satisfeita e a vida torna-se um constante reclamar. Os apelidos como “rabugento”, “resmungão”, “chato”, são atribuídas a pessoas com tal perfil.
O mal humor pode ser uma doença. A Distimia é um transtorno que pode ser entendido como uma forma crônica de depressão, podendo muitas vezes apresentar sintomas como alterações no apetite, alterações na qualidade e quantidade de sono, baixa energia ou fadiga, isolamento social, sentimentos de desesperança e insegurança. Muitas vezes o Distímico atribui a culpa no outro, ou seja, outras pessoas seriam as responsáveis pela sua desfavorável situação.
A Distimia é um dos transtornos do humor mais comuns. Estima-se que esse distúrbio acometa entre 3% a 5% da população geral, afetando igualmente homens e mulheres. Vale lembrar que muitas pessoas portadoras da doença não sabem que têm tal problema. Eles acreditam que os sintomas de pessimismo, negativismo, tristeza e baixo nível de energia são normais.
A doença não deve ser subestimada, pois o portador corre um risco 30% maior de desenvolver quadros depressivos graves. Neste sentido, o tratamento da Distimia deve ser considerado, e deve permear sessões de psicoterapia e o uso medicamentos (antidepressivos).
Karen Camargo é psicóloga formada pela PUC – SP. Especialização e aprimoramento em Terapia Cognitivo Comportamental. Aprimoramento em Terapia de Casal e Família. Atende em consultório particular, nos bairros do Brooklin e Higienópolis, em São Paulo. www.karencamargo.psc.br


http://www.noivasecia.com.br/psicologia/mal-humor-pode-ser-doenca-e-tem-nome-distim


Leia também

Sempre que pensamos em alguém mal humorado, lembramos de uma pessoa que está sempre no negativo, destacando apenas os aspectos ruins da vid...

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

A fase mais gostosa de quem escreve é quando conhece a opinião de quem lê....Obrigada por suas palavras e sejas sempre bem vindo(a)....

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.